Viveiro Municipal de Jales continua realizando doação de mudas

110319092816.jpg
O Viveiro Municipal possui uma capacidade de produção de cerca de 170 mil mudas anuais tendo como objetivo a arborização da cidade

Desde 1998, o Viveiro Municipal de Jales vem oferecendo um ótimo trabalho à população jalesense por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Meio Ambiente. Localizado na rodovia Victorio Prandi, saída para Dirce Reis, km 1, o Viveiro possui uma capacidade de produção de aproximadamente 170 mil mudas anuais, tendo como finalidade o aumento da arborização em Jales, reflorestamento de áreas rurais e recuperação de APP’s (Áreas de Preservação Permanente), através da oferta para a comunidade de árvores nativas, exóticas, frutíferas e paisagísticas.

Entregas beneficentes são feitas para escolas, creches e entidades através da Secretaria de Agricultura, onde o responsável vai até a sede da secretaria, faz um ofício requerendo as mudas, protocola o pedido na Prefeitura e retorna para a secretaria para ser concedida a doação.

Esse é também o mesmo procedimento para os moradores de Jales que possuem residência na cidade. Para explicar melhor, o responsável pelo Viveiro Municipal, o diretor de Divisão, Valdecir Serrilho esclarece que doações são feitas para os moradores das áreas urbana e rural de até cinco mudas de forma gratuita. “O pessoal que for retirar essas mudas tem que passar na Secretaria de Agricultura, localizada na Rua Nova York, n°1016, Jardim Monterey, ao lado da Cetesb. Lá faz o requerimento onde vão seus dados e o endereço da casa onde irá plantar. É totalmente gratuito a cota anual de até cinco mudas. Após adquirir esta cota anual, as outras mudas que serão tiradas pelo morador terão uma taxa. No tubete ela é recolhida a R$1,50 a muda, e no balainho com terra e com a muda maior ela sai por R$3,00. Os moradores da zona rural também podem retirar, mas com o pagamento da taxa. Se a pessoa tiver residência na cidade é possível a retirada das cinco mudas anuais grátis”.

ESTRUTURA

O Viveiro Municipal conta com três estufas de forma que complete as três fases que a planta precisa para seu crescimento e formação.

Na primeira estufa é feita a germinação da semente, ou seja, o berçário da planta. Na segunda estufa é feita a climatização, as mudas já são intercaladas para sua formação. E por último o chamado viveiro, é onde ficam as mudas prontas para a entrega.

CASA DE APOIO AO MIGRANTE

Há mais de 10 anos, a Casa de Apoio ao Migrante usa uma pequena parte do Viveiro Municipal para um trabalho de cultivo de hortaliças.

Os próprios moradores temporários são quem ajudam neste cultivo, e todo o produto que eles colhem na horta é levado para uso na Casa de Apoio.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados