Unidades de Saúde de Jales estão vacinando contra a Febre Amarela

300118145431.jpg
.

 

Após a confirmação da morte de macacos por febre amarela na capital paulista e em algumas cidades do Estado, a população, mesmo de cidade sem casos registrados da doença, está em estado de alerta e preocupada com a disseminação da contaminação. Em Jales a situação está sob controle e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as Estratégias de Saúde da Família e o Núcleo Central, estão vacinando contra a Febre Amarela.

“Estamos vacinando contra a Febre Amarela e recebendo muitas pessoas que apresentam dúvidas sobre a doença e o calendário de vacinação”, informou a chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Saúde, Patrícia Albarello.

De acordo com a secretaria, mais de 80% da população já foi vacinada. Embora, em Jales e região a situação esteja controlada, a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a considerar na terça-feira, 16 de janeiro, todo o Estado de São Paulo como área de risco de febre amarela e recomendou que todos os estrangeiros que façam viagens à região estejam vacinados. Isso fez com que o movimento nos postos de vacinação aumentasse consideravelmente.

Patrícia Albarello enfatizou as ESFs que possuem sala de vacinação. São elas: Roque Viola, Paraíso, São Jorge, Jacb, Arapuã, Jardim Municipal, Novo Mundo e no Núcleo Central de Saúde. Apenas as ESFs do Oiti e Uniamérica não estão vacinando, mas os usuários podem optar por uma unidade mais próxima de suas residências. As ESFs estão vacinando de segunda à sexta-feira, das 7 às 11 horas e o Núcleo Central das 7 às 14h30.

Para ser vacinada, a pessoa deve apresentar a carteira de vacinação. “Se não foi vacinada, a pessoa tomará apenas uma dose que vale para o resto da vida. Os que já foram vacinados contra a Febre Amarela não precisam tomar nova dose”.

É importante lembrar que vacina contra a Febre Amarela é contraindicada para gestantes, quem toma corticóide em altas doses, faz tratamento contra câncer e alérgicos a ovo. Essas pessoas devem procurar seu médico, que avaliará o que deve ser feito. São necessárias duas doses, a segunda dez anos após a primeira.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados