Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania apresenta políticas voltadas às mulheres

150321094257.jpg
A secretária de Desenvolvimento e Cidadania, Pérola Cardoso, parabenizou as equipes de sua pasta pelo trabalho desenvolvido e enfatizou a importância

Em atenção ao mês de luta pela garantia de direitos representados pelo Dia Internacional das Mulheres, a Prefeitura de Jales, por meio de sua Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Cidadania, oferece diversos serviços de atendimento e proteção às mulheres que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade.

De acordo com a secretária da pasta, Pérola Maria Fonseca Cardoso, o trabalho ofertado é muito importante para o público atendido, mas ainda há muito que se fazer e vários projetos nesta área estão em desenvolvimento. 

“Queremos reativar o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e o grupo de mulheres no CREAS, quando for seguro para todas, devido à pandemia da Covid-19. Também pretendemos organizar campanhas informativas e de enfrentamento à violência e promover a pactuação de protocolos e fluxos de atendimentos à mulher em situação de violência. Estamos no caminho certo”, informou a secretária.

O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) faz parte da rede de atendimento e proteção à mulher e oferece benefícios, programas e serviços para a segurança alimentar e de renda. O órgão promove acolhida de mulheres e outros indivíduos em situação de vulnerabilidade, privação ou risco social, viabilizando acesso a outros serviços ofertados.

No CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) é ofertado acompanhamento psicossocial para mulheres que passaram ou passam por situação de violência, bem como assistência jurídica para atender estes casos. A equipe também faz o trabalho de articulação com toda a rede de proteção para realizar os encaminhamentos necessários de acordo com cada caso, de forma individualizada. O órgão oferta, ainda, serviço de proteção e atendimento especializado a famílias e indivíduos, voltado especificamente para pessoas que vivenciam situações de risco social e pessoal por violação de direitos.

 

Deixe um comentário