R$ 1 milhão em recursos prevê construção de unidade de saúde e melhorias para o setor

080817093116.jpg
O prefeito Flá anunciou que vai construir uma nova unidade de saúde, com capacidade para duas ESFs, na Avenida Paulo Marcondes

O mês de agosto começou muito bem para o setor de saúde de Jales. A Prefeitura começou a receber os primeiros recursos que vão garantir melhorias em áreas como aquisição de materiais, custeio e reforma de alguns prédios. R$ 1.073.341,00 foram viabilizados pelo deputado federal Rodrigo Garcia (DEM), o líder na liberação de emendas.

Serão enviados R$ 157.650,00 para aquisição de material permanente de informática para implantação do E-SUS, nas Unidades Básicas de Saúde do município. Também serão utilizados recursos do deputado para reformas: R$ 177.023,00 para a ESF Dr. Getúlio de Carvalho, no Arapuã e R$ 226.668,00, no ESF Dr. Shiguero Kitayama, no Conjunto Habitacional Roque Viola.

Uma das emendas já liberadas prevê a construção de uma Unidade Básica de Saúde, de Porte II, no Jardim Monterey, para abrigar duas equipes de ESF, no valor de R$ 512.000,00.

O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, apadrinhado de Rodrigo Garcia, ressaltou o apoio do deputado. “Certamente, o Rodrigo Garcia é um dos deputados federais que mais investiu na saúde na história da cidade de Jales. Ao longo desses anos, sempre contamos com ele e agora estamos vendo que realmente está nos apoiando e nos ajudando, mesmo em um momento tão difícil pelo qual passa o país”, destacou.

Mais recursos

Outros deputados também lançaram seus olhares para a saúde de Jales e destinaram recursos para o setor. Emendas de autoria da deputada federal Ana Perugine, no valor de R$ 100 mil, serão utilizadas para aquisição de material permanente e equipamentos. O deputado federal Vicentinho, destinou R$ 150 mil, para a mesma finalidade. Os recursos já foram liberados. A prefeitura ainda aguarda a liberação de outras duas emendas. O deputado federal Baleia Rossi, destinou R$ 100 mil e a senadora Marta Suplicy, R$ 150 mil. Os dois serão destinados para custeio.

Segundo o prefeito Flá, virão para saúde um total de R$ 1.573.341,00 e a cidade se prepara para viver dias de intensos preparativos, iniciando os trabalhos e projetando esses investimentos, que certamente serão primordiais para as melhorias na qualidade do sistema de saúde do município.

Inaugurações atrasadas

A construção dos três postos do programa Estratégia de Saúde da Família (ESF), que foram erguidos com recursos do Ministério da Saúde no Jardim Municipal, Novo Mundo e Jacb, ainda não tem datas previstas para serem inauguradas, embora estejam praticamente concluídas.

Os contratos para a construção das três unidades, ESF “Ozil Joaquim Rezende”, nas proximidades da Facip, ESF “Luís Ernesto Sandi Mori”, no conjunto habitacional JACB e Zilda Arns Neumann, no Novo Mundo, foram assinados em fevereiro de 2014 e, desde aquela data, já foram assinadas pelo menos três prorrogações para conclusão das obras, cujo prazo inicial era de oito meses.

A Tribuna, em outubro do ano passado, denunciou através de fotos enviadas por um leitor do jornal, paredes trincadas em uma das três ESFs, fato que, segundo o então prefeito Pedro Callado, atrasaria as inaugurações. De fato, atrasou e muito. Porém, os reparos foram feitos e as unidades ainda não foram inauguradas.

Procurados pela equipe do jornal na tarde da última terça-feira, tanto o prefeito Flá quanto o chefe de gabinete da Secretaria de Obras, Manoel de Aro, argumentaram que falta a instalação de energia elétrica nos prédios para que a prefeitura conclua as próximas etapas, como reparação na pintura, instalação de computadores e aparelhos de ar condicionado e realize a mudança. “Apenas a unidade do Municipal já possui energia. As outras duas ainda aguardam a solução desse impasse. Hoje, recebi uma ligação de representantes da Elektro nos garantindo que até a sexta-feira [dia 4] a energia seria ligada na unidade Novo Mundo e que no Jacb, as providências estão sendo tomadas e ajustes sendo feitos no bairro para que a unidade possa receber a instalação de energia”, ressaltou o Manoel.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados