Radares com tecnologia OCR são instalados na Rodovia Euclides da Cunha

041119095739.jpg
Na rodovia Euclides da Cunha, região de Jales, próximo a Urânia, foram instalados dois equipamentos OCR nas duas faixas de rolamento

Rodovias paulista estão recebendo reforço na segurança viária com 220 novos equipamentos com tecnologia OCR (para leitura de placas). Desde a segunda quinzena de agosto, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) iniciou a implantação de novos equipamentos com tecnologia OCR nas rodovias sob sua administração e concedidas à iniciativa privada. A expectativa é que a instalação desses aparelhos seja concluída no mês de novembro. Eles se juntarão aos 549 equipamentos já em operação, totalizando 769 unidades OCRs.

Na região de Jales foram instalados os novos radares na Rodovia Euclides da Cunha, nos municípios de Urânia (divisa com Jales) e em Santa Fé do Sul. Os novos aparelhos têm entre as funções anunciadas pelo governo do estado, de fiscalizar as velocidades dos veículos e verificar a situação de cada um e sua documentação.

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, destaca o uso da tecnologia para a segurança. “Os OCRs realizarão a captura de imagens das placas, permitindo que os agentes da Polícia Militar Rodoviária verifiquem, por meio de base de dados, todas as informações sobre os veículos, tais como fabricante, modelo e cor, além de revelar a situação legal como IPVA, licenciamento e multas”, explica.

Os equipamentos são integrados à Central de Inteligência do DER, que estão conectados aos bancos de dados das polícias (Civil e Militar), Justiça, Detran e do próprio DER. “Com a integração destes sistemas, os policiais terão rápido acesso aos registros criminais - como roubo, furto e alertas criminais”, conclui João Octaviano.

Esta central enviará mensagens automáticas aos tablets em uso pela Polícia Militar Rodoviária. A localização dos 176 novos pontos de fiscalização com equipamentos OCR’s foi determinada após mapeamento conjunto entre as equipes do DER, Comando do Policiamento Rodoviário e a Polícia Militar de Estado de São Paulo.

Com investimento de R$ 12,6 milhões, o projeto inclui também o uso de tablets e impressoras no trabalho dos agentes rodoviários. Todo o sistema que compõe sua operacionalização é pioneiro nas rodovias estaduais paulista. Os 2.600 equipamentos, entre 1.300 tablets e 1.300 impressoras, foram distribuídos pelos cinco batalhões de Policiamento Rodoviário existentes em todo o Estado.

A operação destes equipamentos ficará sob a responsabilidade da Polícia Rodoviária Estadual. Os agentes deverão passar por capacitação específica para o uso da tecnologia, segundo informou a assessoria de imprensa da Secretaria do Estado de Transportes.

As informações fornecidas pelos equipamentos deverão ser utilizadas pelo governo estadual, principalmente para base de conhecimento do fluxo de veículos na região.

No começo da semana, o deputado estadual Paulo Fiorilo usou a tribuna da Alesp para cobrar do Governo do Estado a real intensão da instalação dos radares. A preocupação do deputado é a concessão da rodovia para a iniciativa privada, gerando a instalação de praças de pedágios.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados