Projeto: Jales em debate

021120111511.jpg
.

O que Jales precisa?

Luís Especiato - PT


Esta é a questão que nos foi colocada esta semana. O espaço não permite explorar todos as necessidades, mas podemos escrever sobre algumas. O debate sobre temas relevantes da cidade é uma delas. Assumi minha candidatura justamente para evitar que se repetisse o que ocorreu na última eleição municipal. A candidatura única não foi uma experiência positiva para Jales e a gestão atual revelou uma série de problemas que apontam para a necessidade da troca de comando na Prefeitura Municipal. O debate político é bom e necessário. Duas cabeças pensam melhor que uma, diz o ditado popular. Se faz necessário a construção de um grande pacto, que abranja todos os setores econômicos e sociais, para o desenvolvimento da cidade. Não é fugindo do debate, como tem feito um dos candidatos, que se encontram as melhores soluções. 
Precisamos de governantes que tenham um passado construído em Jales. Um passado conhecido e livre de suspeitas. Aventuras políticas deixam um legado ruim para a cidade e seu povo. Governar um município “Centro de Região”, como é o caso de Jales, exige estatura moral, compromisso, experiência e trabalho duro. Os problemas são muitos e o oportunismo político, com terceiros interesses, em nada contribuirão. Buscaremos a eficiência administrativa, pois é necessário empregar de forma eficaz os escassos recursos.   
As políticas de geração de emprego serão prioridade em nosso governo. Serão promovidos incentivos empresariais em diversas frentes. Apoio às empresas já instaladas, fortalecendo-as, para incorporar mais trabalhadores no mercado de trabalho. Haverá continuidade na complementação da infraestrutura dos distritos industriais e imediata implantação do distrito industrial IV.
Necessitamos investir para melhorar ainda mais a educação municipal que, graças a nossos governos anteriores, se tornou uma das melhores do país. A saúde pública é um grande desafio. Com a crise econômica, mais jalesenses passaram a depender dos serviços públicos de saúde. Investir na resolutividade é uma de nossas metas. Outra frente importante de necessidades está no investimento na agricultura familiar, ecoturismo e meio ambiente. Os incêndios urbanos têm destruído o que temos de áreas verdes. Elas precisam ser preservadas e, sempre que possível, utilizados como espaços de lazer, cultura e recreação. As entidades sociais não podem ficar desassistidas tal como se encontram atualmente e o investimento na formação profissional oferecerá oportunidades de gerar renda e bem-estar. 
Jales precisa de um Prefeito com coragem, trabalhador, preparado e com um passado construído aqui. Nossa cidade merece isso. Venha conosco!

 

Do que Jales precisa

Ailton Santana - PV

 


No nosso modo de pensar Jales está longe de ser a cidade que desejamos, assim listamos os pontos de mais urgência: 
• Combate a corrupção
Urgentemente precisamos de medidas de combate a corrupção, não podemos aceitar que o dinheiro público seja usurpado de nosso município. Devemos adotar mecanismos de enfrentamento da corrupção e de reduzir o sentimento de impunidade. Criou-se um círculo vicioso de corrupção no nosso município, que deve ser combatida com urgência. Medidas como celeridade nas ações de improbidade administrativa, recuperação do lucro derivado do crime, criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos, devem ser adotadas com rigidez. 
• Emprego e renda pelo turismo rural – Nicho a ser explorado
Jales é município de interesse turismo - MIT, mas não apresentou um projeto que abarca tal pleito. Assim temos que valorizar o que temos, criar uma Rota do Turismo Rural. A Rota contaria com roteiros que mesclam cultura, história e contato com o campo, o turismo rural ganhará força e destaque em Jales e Região. Explorando Morango, Uva, Vinho, Cerveja Artesanal, dentre outros produtos artesanais produzidas do município, movimentara o turismo na região. Fazer um projeto para receber verba do Ministério do Turismo.O dia a dia do campo, as tradições, a culinária e as frutas frescas colhidas direto do pé, os aromas dos pratos feito no fogão a lenha, dos doces, dos bolos e pães fresquinhos, servidos com café feito na hora, morango colhido no pé, o vinho e os licores são algumas das experiências que os turistas poderão aproveitar em Jales, cercados pela hospitalidade da população Jalesense.
• Política de incentivo fiscal – Aproveitar logística empresarial
Temos que aproveitar o privilegio da nossa cidade ser Centro de Região, e de estar perto de fronteiras estaduais, o que pontua a logística empresarial a nosso favor. Inclusive em linha reta com São Paulo/Capital, temos rodovia duplicada. 
Desta forma com uma política de criação de uma zona franca de tributação municipal, onde o município abriria mão da receita fiscal da cobrança de tributos, ou seja, deixaria de cobrar impostos municipais para que Empresas se estabeleçam no município, o que geraria muitos empregos e consecutivamente movimentaria a economia local.  Empresas já instaladas em Jales, também receberiam o benefício em caso de ampliação.
• Saúde – Priorizar e valorizar os ESFs na atenção básica e liberar as especialidades no UPA
O UPA Funciona 24 horas por dia, sete dias por semana atende Jales e cidades vizinhas e cabe a ele resolver grande parte das urgências e emergências, para tanto precisa explorar as especialidades médicas no UPA. Assim, a prioridade deverá ser focada nos ESF´s, que atendem a atenção básica; e com um trabalho mais ostensivo na prevenção irá aliviar a demanda  no UPA, consequentemente melhora o  atendimento; e a população terá um atendimento de qualidade com Especialistas  na UPA. 

 

 

Um novo tempo para Jales 

Luís Henrique Moreira - PSDB


Jales precisa mudar seu quadro atual, e os jalesenses querem essa mudança, junto a um prefeito que lidere a cidade na direção do desenvolvimento. Nossa cidade precisa, em primeiro lugar, de uma gestão pública com um olhar aguçado sobre as necessidades do município. 
Ao longo dos últimos anos temos ouvido, observado e estudado a cidade, a fim de construir propostas transformadoras e que sejam exequíveis, alinhadas às nossas características e vocações, e que possibilitem resgatar a força da nossa cidade e autoestima do nosso povo. Construir uma Jales com oportunidades iguais para todos: esse é o ideal que será perseguido pela administração Luis Henrique e Marynilda Cavenaghi.
Atravessamos um período histórico sem precedentes. Em função da pandemia, muitas famílias perderam pessoas queridas e muitas outras perderam sua fonte de renda. Precisamos, mais do que nunca, concentrar nossos esforços para a superação deste momento. A atual situação política e econômica do país exige planejamento, otimização de recursos, e destinação correta de investimentos. 
Precisamos tornar Jales uma “cidade para as pessoas”. A população precisa de serviços públicos em funcionamento, mais próximos e humanizados. Uma cidade para pessoas é necessariamente um espaço acolhedor e voltado para a qualidade de vida de seus cidadãos. Por isso, ela valoriza seus espaços públicos, tornando-os lugares de encontro e permanência. Ela se desenvolve economicamente, apoiada nos processos de inovação da indústria e do terciário avançado.
Nossa atenção é a geração de emprego e renda por meio do reaquecimento do setor produtivo e do incentivo às empresas (comércio, serviços, indústria e agricultura), que geram renda e tributos, para mais tarde retornar para a população em forma de benefícios, como educação, saúde, lazer e infraestrutura.
Nosso objetivo é fazer da política um instrumento de valorização de seus munícipes. Todas as demandas da população serão ouvidas e incluídas nas nossas decisões políticas, projetos, programas e ações que nortearão a vida pública em Jales. Neste processo, a participação popular é necessária, pois o município é de todos, assim como o direito de viver em uma cidade que seja organizada, democrática e inclusiva, que ofereça tranquilidade, segurança, e que seja capaz de dar oportunidades aos que nasceram e aos que escolheram viver aqui.

Deixe um comentário