Prefeitura diz que resultados dependem do laboratório oficial

300320112054.jpg
“Assim que os resultados chegarem (e o Instituto Adolfo Lutz não diz quando será) serão comunicados e publicados, com toda transparência”

Se os prazos informados pelo Instituto Adolfo Lutz à Prefeitura de Jales estivessem certos, os resultados dos primeiros exames deveriam ter chegado na terça-feira, dia 24 de março. Essa era a data de vencimento do prazo de sete dias previsto pelo instituto para entrega dos primeiros resultados. Nessa mesma data, a Secretaria de Saúde entrou em contato com o IAL para cobrar uma posição sobre a suposta demora e foi informada que os exames levam uma semana (7 dias) para serem liberados. Até então, duas remessas de exames de jalesenses haviam sido enviados ao instituto. Uma no dia 16, que chegou no dia 17, e outra no dia 18, que chegou no dia 19. Contudo, vencido o prazo de sete dias para a primeira remessa (dia 24, terça-feira) e para a segunda remessa (dia 26, quinta-feira) nenhum resultado havia sido apresentado à Secretaria de Saúde de Jales até o começo da manhã desta sexta-feira, 27. 


Entretanto, o excesso de pedidos é um dos fatores que podem estar atrasando o trabalho, mas isso não foi informado. 


O secretário municipal de Comunicação usou as suas redes sociais digitais para protestar contra os rumores de que estaria havendo ocultação de resultados no município, “Dizer que resultados de Coronavírus estão sendo ocultados em Jales é uma irresponsabilidade muito grande, uma mentira! O Comitê de Contingência é sério e tem pessoas das Vigilâncias Epidemiológicas Estadual e Municipal, médicos da cidade, representantes da Secretaria de Saúde, Hospital de Amor, Santa Casa, AME, UPA, procuradores jurídicos, entre outras pessoas que trabalham dia e noite na prevenção. Faço parte e afirmo: o Instituto Adolto Lutz não devolveu nenhum resultado de Jales. Não iríamos brincar com um assunto sério desses”.


Segundo ele, a expectativa do município pelos resultados é a mesma da população. “Apenas o Instituto Adolfo Lutz realiza os exames e está priorizando casos de internação, segundo eles. Palmeira d’Oeste enviou a eles no dia 9 e só obteve o resultado no dia 25”.


Com o passar do tempo, a falta de resultados alimenta as dezenas de boatos e as cobranças legítimas nesse sentido. Principalmente com a divulgação de resultados em outras cidades. 


Fernandópolis, por exemplo, divulgou dois casos descartados e uma confirmação que teria sido feita em laboratório particular. Assim como Santa Fé do Sul (dois negativos), Votuporanga (quatro negativos) e São José do Rio Preto (nove positivos e 40 negativos) também já divulgaram resultados de exames.

Deixe um comentário

Parceiros

290420095635.jpg
200420103240.jpg 290420095031.jpg
290420100901.jpg
290420103741.jpg

Social

Nenhuma notícia encontrada.

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Você é a favor do isolamento social para combate do Coronavírus?




Resultados