Prefeito usa redes sociais para responder a críticas

240122091654.jpg
Reprodução de parte do vídeo postado pelo prefeito Luís Henrique em suas redes sociais digitais

Assim como a maioria das críticas ao aumento nos tributos cobrados de proprietários de imóveis em Jales, a reposta do prefeito Luís Henrique também veio pelas redes sociais digitais. Na noite de quarta-feira, 19 de janeiro, Luís Henrique postou um vídeo em sua página no Facebook e no seu Instagram para explicar os aumentos e informar sobre onde o dinheiro será usado. “Peço uns minutos de atenção dos cidadãos jalesenses para trazer informações reais, sem fake news ou distorções, como as que estão espalhadas por aí”. 

LH passou a semana em São Paulo, onde teve reuniões em busca de recursos e assinando convênios. Uma das reuniões para pressionar a diretoria da RUMO, que anunciou a construção de dois viadutos na cidade, mas que ainda não começou as obras. Na semana que vem, o prefeito deve ir ao rádio para detalhar os mesmos assuntos. 

Segundo ele, o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) teve reajuste de apenas 10,42%, equivalente ao índice de inflação nos últimos 12 meses. “O que provocou o aumento foi a criação de uma taxa e duas contribuições, que entraram em vigor neste mês”. Os novos tributos foram criados, segundo ele, por imposição da Lei Federal nº14.026, de 15 de julho de 2020, o chamado Marco Regulatório do Saneamento Básico, que teve como relator o deputado Geninho Zuliane (DEM), ex-prefeito de Catanduva.

“A lei determina que todos os gastos do poder público com esses serviços devem ser cobertos com arrecadação exclusiva e caso o município não obedecesse incorreria na denominada renúncia de receita. Não era a minha vontade criar esses tributos ainda mais nesse momento”. 

CONTRAPARTIDA 

Luís Henrique ressaltou que os novos tributos permitirão à Prefeitura melhorar e ampliar uma série de serviços, como varrição de ruas dos bairros pelo menos uma vez por semana, mutirão de limpeza, coleta e destinação de resíduos sólidos, limpeza de córregos e de galerias de águas pluviais, entre outros serviços.

“Estamos firmes no trabalho de recuperação da nossa infraestrutura urbana e como prova disso quero destacar notícias boas, como o início da recuperação asfáltica de todas as marginais da rodovia Euclides da Cunha e das obras de recapeamento em diversos bairros. A nossa praça Euphly Jalles está ficando pronta para acolher visitantes e moradores. Melhorias vão chegar a todos os bairros e até na zona rural”, anunciou. 

CRIAÇÃO DE SECRETARIAS

Outro ponto abordado pelo prefeito no vídeo trata de uma mini reforma administrativa, cujo projeto está em tramitação na Câmara Municipal e deve ser votado na próxima sessão ordinária, marcada para o dia 7 de fevereiro. A votação estava marcada para a última segunda, dia 17 de janeiro, mas foi adiada depois que populares que assistiam à reunião pressionaram os vereadores, gritando palavras de ordem e ofensas como “safado”, “vagabundo” e “ladrão”. 

Luís explicou que são mudanças necessárias para dar agilidade aos trabalhos administrativos e execução de projetos de engenharia necessários para reivindicação de convênios governamentais. “É a criação de novos departamentos com equipes qualificadas e reconhecidamente enxutas”.

O jornal apurou que as duas novas secretarias serão desmembradas de outras já existentes e que boa parte dos cargos criados exigirão concurso público. 

Alguns cargos serão destinados ao departamento de Defesa Civil e à Guarda Civil Municipal, que engrossará o trabalho executado pela atividade delegada, mas ainda não tem data para ser implantada.  

“Garantimos a vocês que eles não vão inchar a máquina pública. Vão torná-la ainda mais eficiente, oferecendo serviços públicos de mais qualidade. Nossa cidade está crescendo, atraindo investidores, tanto que agora no começo de fevereiro, uma grande rede de atacado vai inaugurar a sua unidade em Jales, gerando mais de 200 empregos diretos. Isso é sinal claro e evidente da confiança que despertamos em quem quer investir”.

Luís Henrique finalizou prometendo entregar uma cidade muito melhor do que a que encontrou no começo do ano passado. “Este é o ano de Jales e muito será feito”.

Deixe um comentário