Polícia Federal prende mais um pedófilo na região

310521092225.jpg
Os policiais prenderam um notebook com o suspeito, contendo pornografia infantil

Policiais federais de Jales, com o apoio de peritos federais especialistas em crimes cibernéticos, cumpriram, na manhã de sexta-feira, 28, um mandado de busca e apreensão na cidade de Ouroeste. Um homem foi preso em flagrante delito por manter em seu computador pessoal (notebook), milhares de imagens e vídeos de crianças e adolescentes sendo abusadas sexualmente. 

Investigações de combate à pedofilia da PF em Jales indicaram que um homem da região estaria recebendo e transmitindo arquivos com conteúdo de pornografia infantil na internet. Os federais conseguiram identificar o endereço do suspeito e, após representação à Justiça Federal, um mandado de busca e apreensão foi expedido e cumprido pela PF no endereço identificado. No local, os federais localizaram e apreenderam um notebook contendo milhares de fotos e vídeos de abuso sexual de crianças e adolescentes.

E.G., 46 anos, operador de máquinas desempregado, morador de Ouroeste, confessou a prática delituosa e foi preso em flagrante delito. Ele será indiciado no crime descrito no artigo 241-B do Código Penal, que pune quem adquire ou armazena fotografias, vídeos ou registros que contenham cenas de sexo ou pornográfica envolvendo crianças ou adolescentes. A pena para este tipo de crime é de reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa. 

As investigações da PF vão prosseguir visando identificar e prender outros pedófilos. A análise e perícia do equipamento apreendido hoje poderá fornecer informações importantes para a identificação de outros criminosos que atuam neste mesmo tipo de delito na rede mundial de computadores (internet).

 

Comunicação PF

Deixe um comentário