Polícia Federal incinera 490,8 quilos de cocaína na região de Jales

150620102455.jpg
Cinco dias depois de apreendida, os 500 quilos de coca foram incinerados. A rapidez se deu por motivos de segurança

A Polícia Federal de Jales incinerou, na manhã de quarta-feira, 10 de junho, 490,8 kg de cocaína que foram apreendidos cinco dias antes durante uma operação conjunta com a Polícia Militar no aeroporto de Fernandópolis. 


A droga era transportada em uma aeronave, que foi abordada durante o voo por dois caças da Força Aérea Brasileira (FAB), que determinaram a sua imediata aterrissagem na região. Dois homens foram presos e a aeronave também foi apreendida juntamente com o entorpecente. Doze policiais federais, bem com representantes da Vigilância Sanitária, participaram da operação de incineração do entorpecente que foi feita num forno industrial de uma empresa localizada em Dirce Reis. O procedimento foi autorizado pela Justiça Estadual de Fernandópolis, a quem compete julgar o caso.


O CASO
No começo da noite de sexta-feira, 5 de junho, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou ao comando do 16º Batalhão de Polícia Militar de Fernandópolis e à Polícia Federal de Jales que havia interceptado um avião que sobrevoava a região sem autorização e estava em procedimento suspeito e que tinha determinado que o avião aterrissasse num aeródromo local. 


Então as duas corporações em terra se dirigiram até o aeródromo de Fernandópolis para acompanhar o procedimento.  


A suspeita da FAB foi confirmada e dois homens foram presos em flagrante. Com eles havia quase meia tonelada de cocaína (490kg) distribuídos em fardos onde estavam acondicionados os mais de 500 tabletes da droga. Também foram apreendidos cerca de R$ 9 mil, documentos e equipamentos eletrônicos.


Os presos, a droga e todo o material apreendido foram transportados até a sede da PF em Jales para formalização da apreensão e das prisões. A aeronave também foi apreendida. 

Deixe um comentário