Polícia Civil apreende 350 comprimidos de ecstasy em Jales

141221095835.jpg
.

Na manhã de sexta-feira, 10 de dezembro, policiais civis da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Jales cumpriram um mandado de busca expedido pela Justiça Estadual no JACB. No local averiguado, foram encontrados três tipos de drogas, sendo 29 gramas de maconha, 10 gramas de cocaína e 150 comprimidos de ecstasy.

O morador do imóvel, que já era investigado, foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Na quarta-feira, os investigadores da DISE foram averiguar a informação de que um rapaz receberia grande quantidade de drogas sintéticas via Correios. O rapaz foi identificado e a encomenda foi interceptada, ocasionando assim na segunda apreensão de grande quantidade de ecstasy em menos de 48 horas na cidade.

No interior do pacote havia 180 comprimidos de ecstasy e, em buscas na residência dele, a polícia encontrou mais 19 comprimidos, também de ecstasy, totalizando 199 comprimidos dessa droga.

Cada comprimido é vendido em festas e shows por até R$ 90,00, portanto a droga encontrada nessa operação poderia render ao rapaz a quantia R$ 18 mil. O valor total das drogas apreendidas nas duas operações chega a quase R$ 35 mil ((31,5 mil só em ecstasy).

Também foram aprendidos uma máquina de cartão de crédito, celulares e vários saquinhos plásticos normalmente usados para embalar drogas. O autor responderá por tráfico de drogas.

EFEITOS

Conhecida como “doce”, “bala”, “MDMA”, o ecstasy é uma droga sintética e tem como princípio ativo uma substância conhecida como metilenodioximetanfetamina, que afeta os neurotransmissores do cérebro e causam uma sensação de euforia, razão pela qual é comumente utilizada em festas.

O ecstasy pode causar muitos prejuízos à saúde. O excesso de serotonina provocado pelo uso da droga pode resultar em lesões irreversíveis nas células nervosas e comprometer o seu funcionamento, causando sérios danos.

Durante o período de intensidade, a droga pode resultar em sintomas perigosos, que muitas vezes são ignorados devido ao estado de despreocupação e bem-estar. São eles: náuseas, desidratação, hipertermia, hiponatremia, hipertensão, além de poder causar surtos psicóticos em algumas pessoas, principalmente naquelas que têm histórico familiar de doença mental. Ainda, quando ingerido com bebidas alcoólicas, pode resultar em choque cardiorrespiratório e levar à morte.

Geralmente o ecstasy é comercializado na forma de comprimidos coloridos com símbolos ou letras. Caso você encontre algum comprimido com estas características, acione a Polícia Civil através dos telefones 197 e 3632-9000.

Deixe um comentário