Pesquisa aponta Luís Henrique 25 pontos à frente de Especiato

021120111704.jpg
.

Pesquisa eleitoral encomendada pelo Jornal A Tribuna mostra que o candidato Luís Henrique (PSDB) é o preferido de 42,1% dos eleitores jalesenses. Luis Especiato (PT) tem 17,1% da preferência e Ailton Santana (PV), 5,5%. Os índices derivam de levantamento realizado nos últimos dias 24 e 25, onde se apurou também que os “indecisos” chegam a 22,3%, enquanto que os que declararam que anulariam seus votos somam 9,7% e os que optaram pelo voto em “branco” atingem 3,16%.


DIFERENÇAS
Em números absolutos (sem levar em consideração a margem de erro da pesquisa) a diferença entre o primeiro e o segundo colocados é de 25 pontos percentuais; já entre o primeiro e o terceiro colocado, a diferença chega a 36,6%. 11,5% é a distância percentual que separa as candidaturas de Especiato e Ailton Santana.
Considerando-se a margem de erro estimada pela pesquisa em 5%, a menor diferença percentual entre Luis Henrique e Luis Especiato pode ser de, no mínimo, 15 pontos percentuais. Levando-se em conta a mesma margem de erro (5%), porém na hipótese contrária, a maior diferença poderia ser de até 35%.
Também utilizando dos mesmos índices máximos da margem de erro, a candidatura de Ailton Santana pode ter um máximo de 10,5%.


REJEIÇÃO
A pesquisa também apurou a rejeição aos candidatos, perguntando “se as eleições em Jales fossem hoje, desses candidatos, em quem você não votaria?”. Apenas 8,1% dos entrevistados disseram que não votariam em Luís Henrique, mostrando que, dos três concorrentes, o tucano também tem a menor rejeição entre os eleitores. Por outro lado, 24,7% disseram que não votariam em Luis Especiato e 12,3% em Ailton Santana. Outros 13,16% classificaram-se como indecisos; 25,2% anularam e outros 16,32% escolheram a opção em “branco”.


A PESQUISA
A pesquisa foi realizada pela Agência J.AD. de Publicidade e Pesquisa Ltda/Impacto Publicidade, a pedido do jornal A Tribuna e está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número SP-07420/2020. Foram entrevistadas 380 pessoas nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de 5%, e o nível de confiança é de 95%.
Devido ao fracionamento dos índices até a segunda casa decimal e arredondamento dos índices, os valores totalizados podem não corresponder exatamente a 100.

Deixe um comentário