“Operação Rebite” investiga caminhoneiros que fraudavam exames toxicológicos

090919153302.jpg
A investigação foi feita pela delegacia de Estrela d’Oeste

 

A Polícia Civil de Estrela d´Oeste deflagrou, na última terça-feira, 3 de setembro, uma operação para combater fraudes em exames toxicológicos de motoristas profissionais, especialmente caminhoneiros, na região noroeste paulista. A Operação Rebite cumpriu 12 Mandados de busca e apreensão em Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Jales, Monte Aprazível, Valentim Gentil, Votuporanga, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Em São José do Rio Preto, foram coletados documentos em uma transportadora e apreendidos celulares, computador e documentos.

As investigações começaram no ano passado e foram motivadas por uma denúncia de que um morador de Estrela d’Oeste estaria vendendo exames toxicológicos adulterados para motoristas de caminhão.

Os exames adulterados eram vendidos para motoristas profissionais que queriam camuflar o uso de entorpecentes para renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) profissional.

Durante as investigações, os policias descobriram que um morador da cidade atuava como intermediador entre os caminhoneiros e o funcionário de um laboratório, que vendia e fraudava os exames.

Para executar a fraude, o funcionário do laboratório, que fica em Fernandópolis, trocava as análises e as enviava para outros laboratórios. Assim, o consumo de drogas e medicamentos não era detectado nos exames.

Todos os investigados foram ouvidos e liberados. A investigação continuará, já que os documentos coletados nas transportadoras das cidades citadas serão analisados. A Polícia Civil investiga também quantos exames foram fraudados e quem são os caminhoneiros que pagaram pelo serviço.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados