Mega-operação contra o tráfico usa helicóptero e canil

021120110625.jpg
Além dos policiais de Jales, foram empregados o helicóptero Águia e o Canil da PM de Rio Preto

Uma mega-operação contra o tráfico de drogas em Jales foi realizada no início da manhã da última terça-feira, 27 de outubro. Foram empregados 65 policiais civis e 55 policiais militares de Jales e região, divididos em 40 viaturas. A ação contou com o Canil da Polícia Militar de São José do Rio Preto e do helicóptero Águia, também da Polícia Militar.
A Operação Narcos foi coordenada pelo delegado da DISE (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes), Nilton Cangussú, e é fruto de uma investigação que durou um ano. Neste período os policiais civis identificaram 17 pessoas ligadas ao tráfico de drogas, divididas em 3 grupos criminosos. 
Na manhã de terça-feira, foram cumpridos 15 mandados de Busca Domiciliar e 15 mandados de Prisão Temporária, todos expedidos pela Justiça Estadual de Jales. Foram ainda elaborados 21 boletins de ocorrência sobre apreensão de drogas, além de 5 prisões em flagrante.
A grande movimentação de polícias e viaturas chamou a atenção da população nas primeiras horas daquela manhã com o barulho do helicóptero sobrevoando os bairros. Mas antes disso, as dezenas de policiais se reuniram no quartel da PM, de onde partiram para os endereços alvos da operação. 
O delegado não informou a quantidade de drogas apreendida, mas esclareceu que o objetivo não era a apreensão de drogas, mas sim a prisão dos traficantes.  
“Como o comércio de drogas era realizado no varejo, onde os traficantes mantinham contato final com os usuários, demos primazia em prender a maior quantidade de criminosos possível, ao invés de concentrar esforços em obter um montante vultoso de drogas, com um número restrito de pessoas”.
Desde o início, os investigadores contaram com o apoio operacional da Polícia Militar de Jales, comandada pelo capitão PM Alex Tominaga, que na maioria das vezes era a responsável pela abordagem, captura e condução dos suspeitos à Central de Polícia Judiciária de Jales, na Avenida João Amadeu. 
De acordo com a Polícia Civil, “operações como essa buscam restabelecer a paz social e a harmonia em nossa cidade e região, e só são possíveis com o apoio da população local. Assim, a Polícia Civil reforça o apelo aos cidadãos de bem para que façam denúncias através dos telefones 197 (segunda a sexta-feira, das 9h às 18h) ou 3632-9000”.

Deixe um comentário