Julho Amarelo é realizado pelo SAE/CTA mesmo em tempo de pandemia

130720092124.jpg
O SAE/CTA oferece testes rápidos para diversas IST’s, como hepatite, HIV e sífilis

Adotado pelo Ministério da Saúde como o mês de prevenção às hepatites virais, julho é mês de conscientização aos cuidados dessas doenças, que atingiram quase 50 mil pessoas em 2018, de acordo com dados do próprio ministério. Este ano, excepcionalmente, em função da pandemia do coronavírus, a campanha de conscientização será intensificada nas redes sociais, como forma de divulgar a importância da prevenção.


Além da divulgação, entre as ações desenvolvidas pelo SAE/CTA - Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento estão a distribuição de insumos de prevenção (preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante), ampliação da testagem para as hepatites B e C e cobertura vacinal para a hepatite B, durante todo o ano.


Jales passou a integrar a lista de municípios participantes da campanha desde 2018. Atualmente, o SAE/CTA de Jales é referência regional e atende 16 municípios credenciados no CONSIRJ – Consórcio Público Intermunicipal de Saúde da Região de Jales. No ano passado, durante o mês de julho, foram feitos 1.116 testes rápidos, sendo 693 de hepatites B e C, 213 de HIV e 210 de sífilis. Apenas um caso positivo de hepatite tipo C foi registrado durante os testes.


A equipe do SAE/CTA é composta por enfermeira, técnica de enfermagem, farmacêutica, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta e médico. Cabe ressaltar que o psicólogo e a assistente social prestam plantão duas vezes na semana. O atendimento aos casos suspeitos também é feito em todas as Unidades Básicas de Saúde de Jales.


A hepatite é a inflamação do fígado e nem sempre apresenta sintomas. Os tipos mais comuns são causados pelos vírus A, B e C. De acordo com a coordenadora do SAE/CTA de Jales, Dieine Morise Garcia, é importante que a prevenção constante da hepatite se torne um hábito, evitando, desta forma, que a doença evolua para uma situação mais grave pela falta de diagnóstico ou diagnóstico tardio. “Este ano vamos trabalhar atipicamente no Julho Amarelo, intensificando principalmente o trabalho de conscientização da população, através das redes sociais, devido à pandemia que enfrentamos. Nosso objetivo é que toda a população fique ciente da necessidade de se cuidar e de realizar os testes rápidos”, afirmou Dieine.


As principais medidas de controle das hepatites virais de transmissão sanguínea e sexual são a adoção de medidas de prevenção como o uso do preservativo nas relações sexuais e o não compartilhamento de objetos contaminados como lâminas e seringas, por exemplo.


Quem apresentar sintomas ou tiver dúvidas em relação a possível contaminação por hepatite ou outras IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis), pode entrar em contato com o SAE/CTA pelo telefone (17) 99781-7900 ou na Rua França, nº 2300, (esquina com a Rua 7), na Vila Goldoni.  O atendimento acontece de segunda a sexta das 7 às 10 horas e das 13 às 16 horas. Todo o protocolo de segurança em relação à Covid-19 está sendo seguido pelas profissionais da Unidade.

 

Deixe um comentário