Jovens de Pontalinda são presos em Jales depois de nove roubos

010817093329.jpg
Moto Honda Titan 150 usada por pelos assaltantes era roubada e teve a cor alterada

Em uma ação rápida, policiais militares perseguiram e prenderam dois ladrões que tinham acabado de roubar uma lanchonete na Rua Dois, na noite de domingo, 23 de julho. Todo o dinheiro levado do estabelecimento foi recuperado, bem como a arma e a motocicleta usados no crime.

Segundo o Boletim de Ocorrência, pouco depois das 23 horas de domingo, o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) recebeu um chamado informando que dois homens armados com um revólver e usando uma moto, haviam roubado a lanchonete Max Dog.

A partir daí, as viaturas que faziam a ronda reforçaram as buscas e, em pouco tempo, uma delas localizou dois suspeitos com as descrições dos assaltantes, nas proximidades da “Curva do S”, no Jardim São Judas. Viaturas de quatro rodas e de duas rodas (Rocam) iniciaram a perseguição e, depois de alguns minutos, o condutor bateu a moto contra uma cerca de um pasto na Rua Rio de Janeiro, nas proximidades do Conjunto Habitacional Dercílio Joaquim de Carvalho. Depois da queda, a dupla abandonou a moto, deixando para trás também o revólver e o dinheiro (R$ 254,00)  roubado do estabelecimento comercial poucos minutos antes.

Os PMs continuaram a perseguição e logo conseguiram prender o garupa que contou quem era o condutor da moto e onde ele poderia ser encontrado. Ambos foram levados para o Plantão Policial Permanente, onde foram autuados em flagrante por roubo qualificado, com uso de arma de fogo e concurso de pessoas (formação de quadrilha).

A dupla foi identificada como E.J.S.S. de 21 anos, morador do Dercílio Joaquim de Carvalho, e A.G.S.A. que acaba de completar 18 anos, morador de Pontalinda.

O comandante da 2ª Cia, capitão Alex Tominaga, disse que a motocicleta usada no crime, uma Honda XLR 125 preta, havia sido furtada em Estrela d’Oeste e tinha cor original branca, tendo sido pintada para evitar identificação.

QUADRILHA

Investigadores da Polícia Civil descobriram que E.J.S.S. era quem apontava a arma para as vítimas e efetuava os assaltos efetivamente. A.G.S.A. que acaba de completar 18 anos, era o condutor da motocicleta. Ele é morador de Pontalinda e a polícia acredita que ele tenha ligação com outro assaltante preso poucos dias antes. J.F.S. de 22 anos, que até ser preso morava no Jardim Eldorado, mas é originário de Pontalinda. Ele tem vários registros policiais e cometia roubos desde a adolescência.

Em entrevista à rádio Assunção FM, o delegado Sebastião Biazi disse que a dupla presa no domingo assumiu a autoria de todos os outros oito roubos cometidos nesta mais recente onda de assaltos, entre 12 de junho e 3 de julho. Neste período foram registrados oito roubos em Jales, sendo seis em lanches e dois em postos de combustíveis.

A Polícia Civil apurou que em quatro crimes os bandidos usaram uma moto CG 125, vermelha, e nos outros quatro usaram uma Honda Titan 150, preta. Algumas vítimas disseram que a arma usada nos crimes era um revolver calibre 22, cano curto, prateado (niquelado), que foi localizado no domingo.

Ainda de acordo com Biazi, o trio usou três motocicletas. Uma Honda 150 preta,  que foi abandonada em uma estrada de terra entre Jales e Pontalinda, durante uma fuga, depois de um roubo. Uma segunda motocicleta vermelha furtada em Pontalinda foi apreendida com J.F.S. A terceira motocicleta, foi apreendida no domingo.   

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados
Feliz Natal