Jales vai disputar cinco modalidades nos Jogos Abertos do Interior de 2019

111119105755.jpg
Delcio José Miorini, colaborador da SMECT, Eva Ricci, chefe de delegação, Maria Odete Custódio, assistente de chefia e Valdecir Ramalho

 

Após 56 anos, Marília/SP será sede da 83ª edição dos Jogos Abertos do Interior “Horácio Baby Barioni” que vai acontecer durante os dias 11 a 23 de novembro, competição na qual os atletas jalesenses irão participar em cinco modalidades.

O torneio é a nível estadual e tem por finalidade coroar o desenvolvimento da prática desportiva dos municípios classificados nos Jogos Regionais de suas respectivas regiões esportivas, como também contribuir para o aprimoramento técnico das diversas modalidades em disputa.

São esperados aproximadamente 15 mil atletas de todo o estado de São Paulo para os Jogos. A delegação jalesense vai contar com cerca de 100 pessoas entre atletas e comissão técnica que recebem o apoio da Prefeitura de Jales por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo (SMECT).

Dentre as 29 modalidades em disputa pelos Jogos Abertos, Jales vai participar em cinco que conquistou classificação nos Jogos Regionais: atletismo ACD (Atletas Com Deficiência), futsal, handebol, karatê e natação ACD.

“Vamos disputar com toda garra que nós jalesenses temos. Cada treino é uma preparação, estamos focados para enfrentar grandes equipes de igual para igual. Quero agradecer ao apoio do prefeito Flávio Prandi Franco que sempre se preocupa com o esporte de Jales e a todos os nossos atletas, que com certeza voltaremos com medalhas”, afirmou a assistente de chefia da delegação jalesense, Maria Odete Custódio.

Os atletas de Jales estarão de saída para Marília na próxima terça-feira, dia 12. Já os chefes de delegação estarão embarcando na segunda-feira, dia 11.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados