Jales não registra nenhum caso suspeito de coronavírus, por enquanto

160320094631.jpg
Funcionárias da Saúde estão visitando escolas para falar sobre o coronavírus

Até a sexta-feira, 13, enquanto o Brasil já registrava mais de 100 casos confirmados do novo coronavírus e a nossa região contava 13 casos suspeitos - a maioria em São José do Rio Preto - em Jales ainda não havia sido contabilizado um único caso suspeito da doença. A informação foi passada pela enfermeira Ana Carolina Amador, a Carol, uma das responsáveis pela Vigilância Epidemiológica do município. “Se tiver algum caso suspeito nas nossas unidades de saúde ou mesmo na Santa Casa, nós seremos imediatamente informadas. E até agora, não fomos informados da existência de algum paciente com a sintomatologia”, disse Carol. A Secretaria Municipal de Saúde não descarta, porém, que o vírus chegue a Jales nos próximos dias. “Infelizmente, o coronavírus não é uma fantasia, como chegaram a dizer, e as previsões de especialistas dizem que nas próximas semanas ele deverá se espalhar e chegar à maioria das cidades”, disse uma assessora da secretária Maria Aparecida Moreira Martins.


Por isso mesmo, a Secretaria Municipal de Saúde já está tomando providências para enfrentar o vírus. Segundo a enfermeira Carol, a pasta realizou reuniões durante a semana para tratar do fluxo de atendimento nas unidades de saúde da cidade. “A orientação que passamos é no sentido de priorizar o atendimento aos pacientes com os sintomas da doença, como tosse, dificuldade respiratória, febre, etc, e que tenham feito alguma viagem nos últimos dias. Essa orientação vale para os postinhos do programa Saúde da Família, o Núcleo Central e a UPA. A Santa Casa também está priorizando o atendimento”, explicou Carol. A reportagem do jornal A Tribuna apurou que na tarde da quinta-feira, 12, a Santa Casa atendeu um paciente com alguns sintomas, emitiu uma Nota de Esclarecimento descartando a infecção pelo novo Covid-19, e como o rapaz nem chegou a ser considerado um caso suspeito, foi liberado ainda no mesmo dia.


Além da prioridade no atendimento dos pacientes em estado gripal, a Secretaria Municipal de Saúde, através de uma parceria entre as vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, iniciou um ciclo de palestras sobre o coronavírus e a Covid-19 nas escolas privadas e públicas do município. “Nós sabemos que a melhor maneira de combater o vírus é a prevenção. Então, a ideia é percorrer todas as escolas, levando orientações para as crianças pois elas, normalmente, levam essas orientações para casa e discutem com os pais, os avós, etc. Ou seja, elas irão ajudar a propagar as melhores formas de se prevenir contra o vírus”, explicou a enfermeira Carol. Ela ressaltou, ainda, que, por enquanto, não existe nenhuma instrução para que as crianças deixem de ir à escola. “Claro que a situação muda a cada dia, à medida que a propagação do vírus aumenta, mas, no momento, não estamos vendo, aqui em Jales, a necessidade das crianças se afastarem das escolas”, concluiu Carol.


O jornal falou, também, com a secretária da Educação, Lourdes Marcondes Rezende. Ela disse ter conhecimento de que em algumas cidades, como Brasília, as aulas estarem suspensas, mas explicou que em Jales isso não foi cogitado, por enquanto.

 

Bispo de Jales divulga orientações para evitar o vírus

Enquanto na Itália as missas foram suspensas até o dia 13 de abril, aqui na região a Igreja Católica demonstra preocupação com a saúde da população e a possibilidade de ter que tomar medidas parecidas. Depois dos casos suspeitos do coronavírus registrados na região, o bispo dom Reginaldo Andrietta, da Diocese de Jales, que reúne mais de 40 municípios, distribuiu comunicado aos presbíteros solicitando que eles “orientem com serenidade os membros de suas comunidades a respeito da doença, tomando em consideração os procedimentos preventivos à eventual disseminação do vírus em celebrações e outras atividades que aglomeram pessoas, bem como outros procedimentos em prol da saúde, do bem comum e da qualidade de vida”.


O bispo pede que os católicos não entrem em pânico e continuem sendo fraternos e destaca que, “segundo especialistas, esse vírus, como outros, tende com o tempo, a perder a força”. Ele ressalta, por outro lado, que “durante o tempo de alerta sobre sua rápida disseminação, evitem saudar-se com aperto de mãos e com abraços”. Dom Reginaldo recomenda, ainda, aos fiéis, que “não rezem de mãos dadas e nem se deem o abraço da paz”. Ele pede, também, que as pessoas lavem, regularmente, as mãos com água e sabão e, quando possível, higienizem as mãos com álcool gel. “Evitem tocar as mãos nos olhos, no nariz e na boca” e lembra que “ao espirrarem ou tossirem, cubram o nariz e a boca. Evitem compartilhar objetos pessoais e aglomerações desnecessárias”, segue o bispo.


Dom Reginaldo chamou a atenção, por fim, para as fake news. “Tomem cuidado com informações falsas e não científicas relacionadas ao coronavírus, que circulam sobretudo pela internet. Estejam informados sobre medidas preventivas a este e aos demais vírus, por meio de especialistas, instituições públicas e outros meios confiáveis”, alerta o bispo. 

 

Especialistas preveem que vírus irá explodir nas próximas semanas

É voz corrente entre especialistas brasileiros que o coronavírus deverá se espalhar pelo país nas próximas semanas. O infectologista Marcos Boulos, do Departamento de Moléstias Infecciosas da USP, disse em entrevista à BBC News, que os hospitais começarão, em breve, a registrar filas de 4 a 6 horas. Ele disse estar preocupado “com os idosos, que evoluem rapidamente para quadros mais graves”.  Por outro lado, um áudio atribuído ao doutor Fábio Jatene, do Hospital das Clínicas, apresenta um cenário dramático para a disseminação do coronavírus no Brasil. Segundo ele, alguns dos mais renomados médicos de São Paulo preveem que em quatro meses haverá 45 mil pessoas com o coronavírus somente na Grande São Paulo, dos quais 11 mil precisarão de UTIs.

 

Deixe um comentário

Parceiros

290420095635.jpg
200420103240.jpg 290420095031.jpg
290420100901.jpg
290420103741.jpg

Social

Nenhuma notícia encontrada.

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Você é a favor do isolamento social para combate do Coronavírus?




Resultados