Jales foi a única cidade da região Sudeste a receber selo Excelência entre os municípios com a melhor Educação do Brasil

290620091227.jpg
.

A máxima de que trabalho sempre traz boas notícias nunca foi tão forte. Na quinta-feira, 25 de junho, o prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, o Flá, a secretária de Educação, Lourdes Marcondes Rezende e servidores da pasta foram convidados a participar de uma live (evento online) organizada pelo Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), em parceria com a empresa Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (IEDE), e recebeu uma excelente notícia: Jales foi destaque por ter sido a única cidade da Região Sudeste ao ser premiada com o “Selo Excelência” do projeto “Educação que Faz a Diferença”. Outros 43 municípios da Região Sudeste receberam o “Selo Bom Percurso”. 118 redes municipais do país foram reconhecidas com bons resultados identificados por meio de um estudo realizado no mês de agosto, pelo CTE-IRB, em articulação com os todos os Tribunais de Contas do país e com a IEDE. Vale ressaltar que apenas duas redes de ensino atingiram os critérios necessários no Ensino Fundamental e na Educação Infantil para a obtenção do selo de Excelência, o mais exigente de todos: Jales e Sobral, no Ceará.


O projeto consiste em reconhecer e dar visibilidade a redes de ensino que realizam um trabalho de destaque em todo o país, bem como identificar e documentar as práticas de gestão e de acompanhamento pedagógico e administrativo, para que possam servir de inspiração a outras redes de ensino visando à concretização da política pública da educação com equidade e qualidade.


Em Jales o trabalho foi realizado nas escolas municipais Jacira de Carvalho da Silva e Professora Eljácia Moreira. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, em agosto de 2019, autorizou dois técnicos a visitarem o município para a validação de informações do projeto. Luís Valdir Morales e Rodrigo Lazar Magalhães estiveram durante uma semana nas duas escolas de Jales e também na Secretaria Municipal de Educação, onde foram entrevistados a secretária Lourdes Marcondes Rezende e os profissionais que atuam no desenvolvimento das políticas do setor, iniciativas e projetos educacionais. Nas duas escolas selecionadas pelos gestores do “Educação que Faz a Diferença”, foram ouvidos diretores, coordenadores, alunos, professores e também os pais.


Depois disso, a pesquisa nacional mapeou redes municipais com bom desempenho no Ensino Fundamental. O presidente do CTE-IRB, Cezar Miola, destaca que “não basta o investimento de recursos, o treinamento de professores e a adoção de ações para motivar as famílias, também precisamos de processos de gestão capazes de dar oportunidade, talvez a única, a milhões de brasileiros de mudar a sua realidade por meio da Educação”. E agora, no contexto da pandemia, ressalta, “os referenciais identificados no estudo podem ajudar na mitigação das perdas na aprendizagem e, sobretudo, no enfrentamento da previsível evasão escolar”. Para compreender em profundidade as práticas e estratégias utilizadas, 65 técnicos de todos os 28 Tribunais de Contas brasileiros com jurisdição na esfera municipal realizaram pesquisas em campo.   


O levantamento identificou 118 redes de destaque, que foram agrupadas segundo características semelhantes: redes de Excelência, Bom Percurso e Destaque Estadual. Foram analisados indicadores como aprendizado dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática, segundo o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb 2017); Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), atual e evolução desde 2005; e taxas de aprovação, conforme o Censo Escolar.


A iniciativa tem o apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e do Conselho Nacional dos Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC). Os auditores dos Tribunais de Contas Estaduais (TCEs) e dos Tribunais de Contas dos Municípios (TCMs) tiveram papel fundamental no estudo, já que, após passarem por capacitação e com o apoio ininterrupto dos pesquisadores do IEDE e do IRB, foram os responsáveis por realizar as pesquisas de campo.


A secretária municipal de Educação, Lourdes Marcondes Rezende, disse que “a escolha de Jales para integrar o projeto Educação que faz a Diferença, comprova que a Educação do município é referência nacional, o que é revelado em índices como o Ideb, por exemplo, onde atingimos a média 7,8, superando, dessa forma, a média do Estado (6,6) e a brasileira (5,8). Também foi apontado pelo último Ideb que Jales tem a melhor educação municipal do Estado entre as cidades com mais de 48 mil habitantes e, além disso, uma de nossas escolas, que oferece ensino de 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental, atingiu a incrível nota de 8,7, o que a classificou como a melhor do Estado de São Paulo. Ficamos orgulhosos em poder ostentar esses altos índices de qualidade em Educação e agora sermos reconhecidos entre 118 redes municipais do país com bons resultados identificados no estudo feito pelo CTE-IRB, Tribunais de Contas e com a IEDE, instituições de grande credibilidade”.


O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, disse se sentir honrado em saber que a Educação de Jales está entre as melhores do Brasil e pelo fato de o município ter feito parte e se destacado nesse importante projeto, principalmente no Selo Excelência, em que o grau de exigência dos indicadores era muito superior aos outros selos entregues na premiação. “Jales ser escolhida para integrar o ‘Educação que faz a Diferença’ já é uma grande conquista, mas saber que fomos a única cidade da Região Sudeste a receber o Selo Excelência nos enche de orgulho. Esse é mais um reconhecimento dos avanços alcançados e mostra o interesse que a Educação jalesense tem despertado. Temos feito grandes investimentos no setor, na capacitação dos profissionais, no transporte dos alunos, na qualidade da merenda e dos uniformes escolares, entre outros aspectos que contribuem para o sucesso de nossa Educação. Parabenizo nossa secretária de Educação, Lourdes Marcondes, dirigentes, supervisores, diretores, coordenadores, professores, pais, alunos e toda a equipe que integra nosso sistema educacional do município. Essa conquista é de vocês”.


A apresentação da premiação que explicou detalhadamente o projeto e o processo de classificação foi transmitida e ainda pode ser assistida pelo canal do CTE-IRB no YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=Tjl24qi9FGg). Os municípios que receberam a outorga dos selos podem ser conferidos no link https://projetoscte.irbcontas.org.br/wp-content/uploads/2020/06/LivroEQFD.pdf.

Deixe um comentário