Idoso tenta atravessar a linha na frente do trem, tropeça e é atropelado em Jales

150620102539.jpg
Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foram acionados pelo maquinista que viu quando o aposentado caiu na frente do trem

Mais um jalesense perdeu a vida ao tentar atravessar a linha férrea no perímetro urbano de Jales nesta semana. O acidente aconteceu por volta de 15h15 da última terça-feira, 9 de junho, no cruzamento da linha com a Rua Treze, e matou o aposentado Wilson Dominici, que faria 74 anos no mês que vem. O caso foi registrado pelo delegado Edson Sakashita como homicídio culposo (artigo 121 do Código Penal).


De acordo com o depoimento do maquinista William de Souza Moraes, que conduzia a composição, o trem trafegava no sentido Jales a Santa Fé do Sul, quando logo que passou o viaduto sobre a Avenida João Amadeu, visualizou um homem se aproximando da linha férrea e, para alertá-lo, teria acionado a buzina várias vezes. Assim que viu o trem, o homem, então tentou correr e acabou caindo na frente da locomotiva. 


O maquinista auxiliar, Alex Santorio, narrou que na altura da placa de apito, acionaram a buzina várias vezes, entretanto, o pedestre, que havia saído da Rua Treze e fazia o sentido centro – bairro, invadiu a área de pedras onde os trilhos ficam embasados (gabarito). “Foi acionado o freio de emergência, porém não houve tempo para frenagem”, relatou. 


Alex disse ter visto o homem cair na frente da máquina e logo em seguida acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Também estiveram presentes um perito e um fotógrafo do Instituto de Criminalística para registrar e colher material para o laudo. 


O aposentado morava na Rua dezesseis, no Centro, próximo de onde aconteceu o acidente.

 

Deixe um comentário