Homem morre atropelado por trem

201221085342.jpg
.

Um homem morreu atropelado por uma composição da RUMO no final da tarde do último sábado, 11 de dezembro, em Jales. Segundo o registro policial, o acidente aconteceu na altura da Travessa José Balbino, bem perto do conjunto habitacional da Rua Professor Rubião Meira, conhecidos como Prédinhos do Jardim Paraíso. A vítima foi José Quintino dos Anjos Júnior, de 53 anos. 

Assim que a notícia começou a circular pelas redes sociais, algumas pessoas se manifestaram sobre o fato, entre elas, algumas se disseram parentes de Zezinho, como era conhecido. 

Outras disseram que viram quando o acidente aconteceu e chegaram a alertar o homem sobre a aproximação do trem, mas ele teria demonstrado a intenção de tirar a própria vida, sendo atingido pela composição.  

Helena Campos contou que estava na linha na hora do acidente. “Eu gritei muito pra ele sair da linha, mas ele não quis. Ele tentava cobrir a cabeça com uma coberta, viu o trem que buzinou muito, mas ele não quis sair. Eu não conhecia ele mas quero saber se ele tinha algum problema de cabeça porque ele viu sim o trem, eu gritei muito pra ele sair da linha mais ele não quis. Abriu os braços e foi de frente com o trêm”.

Wall Lair disse que era o maquinista que conduzia a composição e confirmou o relato da mulher.  “Eu era o maquinista, buzinei diversas vezes, apliquei os freios de emergência para alertar ele no momento, mas ele não saiu e quando o trem se aproximou ele colocou um cobertor marrom na cabeça e continuou andando no trilho em direção a composição”.

“A locomotiva envolvida possui câmera e filmou toda essa cena triste. Vou rezar por ele, que Deus o receba”, acrescentou o homem, que disse morar em Santa Fé do Sul. 

Edineia Rodrigues, que se apresentou como irmã de Zezinho, contou que ele tinha depressão e estava morando na rua. A família não sabe os motivos que o levaram a estar sobre a linha férrea.

Deixe um comentário