Golpistas clonam WhatsApp de filha de ex-vereador e pedem dinheiro para contatos

201221084719.jpg
O golpista usou a mesma abordagem com todos os contatos da jovem, mas até onde se sabe, não obteve sucesso em conseguir o dinheiro

Uma pessoa não identificada usou o número da filha de um ex-vereador de Jales para tentar aplicar golpes através do aplicativo de conversas WhatsApp. 

Não divulgaremos os nomes do ex-vereador nem da jovem, que não mora mais em Jales há alguns anos. Alguns contatos desconfiaram do pedido e avisaram a família, que confirmou a clonagem da conta e procuraram a polícia para registrar a ocorrência. 

O método é bastante conhecido e é o mesmo usado em incontáveis golpes aplicados nos últimos meses. O golpista se apossa da conta que a vítima tem no aplicativo e entra em contato com os contatos da sua agenda para pedir dinheiro. 

Nesse caso, o criminoso alegava que estava com problemas no PIX e que precisava fazer um pagamento com urgência, então pedia que o contato fizesse a transferência que seria ressarcida em breve. 

A primeira frase da conversa enviada para dezenas de pessoas era: “Amore, faz um favor pra mim?”. 

Diante da resposta do contato, o golpista dava andamento ao estelionato. “Você tá conseguindo usar o PÌX normal hoje?”

A partir de então, o pedido era desfechado: “eu estou precisando fazer um PIX e não estou conseguindo. Você pode fazer pra mim? Se der certo, amanhã cedinho te retorno o valor”. 

A reportagem conferiu que pelo menos duas pessoas foram contatadas pelo golpista, mas provavelmente, o número pode alcançar todos os contatos da agenda da jovem.., nenhuma das duas pessoas caíram no golpe e não temos informação se houve vítimas.

COMO SAIR DO GOLPE

Na internet é possível encontrar um sem-número de sites que explicam, inclusive em vídeo, como clonar a conta de WhatsApp de alguém, à distância, e usando apenas o número.

Mas também é possível encontrar tutoriais sobre como se safar do golpe. O site Olhar Digital, por exemplo, ensina como evitar o golpe. Primeiramente, assegure-se de que seu WhatsApp está protegido do acesso de terceiros. Para isso, tenha a autenticação em duas etapas ativada. Assim, se alguém tentar clonar seu WhatsApp, você receberá um alerta de acesso indevido em outro dispositivo.

Para ativar, abra as configurações do WhatsApp, selecione “Conta”, depois “Verificação em duas etapas”, e toque em “Ativar”. Em seguida, você precisará definir uma senha de seis dígitos para proteger sua conta. Evite números sequenciais e datas de aniversário para dificultar o trabalho de invasores.

Se você já caiu no golpe, então precisará tomar algumas atitudes, a começar por seu telefone. Entre em contato com sua operadora e peça o bloqueio do número por roubo ou furto. Assim, quem estiver em posse de seu número não poderá usá-lo ou desfazer as mudanças.

O próximo passo é desativar sua conta do WhatsApp. Para isso, envie um e-mail para support@whatsapp.com e escreva “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” (sem aspas) no assunto do e-mail.

No corpo da mensagem, digite o número roubado seguindo padrão internacional. Coloque o código DDI do país (55 para o Brasil) e o DDD de seu estado, seguido do número. Por exemplo: +55 11 91234-5678.

Após algum tempo, a conta ligada a este número será desativada. Seus contatos ainda verão seu perfil, mas nenhuma mensagem poderá ser trocada.

Deixe um comentário