Fotógrafo faz vaquinha para recuperar R$ 40 mil em equipamentos roubados

110918111041.jpg
O fotógrafo jalesense Jéferson Bérgamo, o Gegê, precisa do equipamento para sustentar o pai acamado

O fotógrafo jalesense Jeferson Bergamo, 33 anos, conhecido como Gegê, lançou uma vaquinha virtual na internet para tentar recuperar parte do prejuízo estimado em R$ 38 mil que sofreu em decorrência de um furto ocorrido no dia 24 de agosto em Sãqo José do Rio Preto. Através da vaquinha ele espera arrecadar pelo menos R$ 20 mil para comprar uma parte do material perdido e voltar a trabalhar. A campanha, que leva o nome de Reconstruindo um Sonho, vai até o dia 12 de outubro. O link para conhecer a história e colaborar é www.catarse.me/reconstruindo-o-sonho.

Gegê foi cobrir um evento naquela cidade e deixou o equipamento no seu carro, que foi furtado. Ele perdeu duas mochilas contendo cinco lentes, dois flashes, uma câmera semi-profissional T5I, um notebook, dois HDs externos, um drone, uma câmera profissional 6D, três baterias de câmeras fotográficas T5I, oito recarregadores, um suporte de câmera, além do estepe do carro e nove gigabytes de fotos de casamento, ensaios de aniversário de 15 anos e a cobertura de um festival internacional. O carro foi furtado quando estava estacionado próximo ao SESC.

Premiado dançarino de hip-hop, Gegê conta o seu drama na página da campanha. “A fotografia me proporciona uma renda extra no orçamento, para assim ajudar minha família. Meu pai se encontra acamado depois de sofrer 4 AVC’s”. Temos que cuidar dele e fiz muitas coisas ligadas a ele. Vivo disso. Trabalho para ajudar minha casa”.

Ele estava em Rio Preto para realizar um vídeo documental na favela Vila Itália. Um prejuízo estimado no valor de 38.500,00 reais, sem contar o valor de todos os registros e trabalhos que estavam armazenados nos HD’s que também foram levados.

“Acredito que com o tempo e com muito trabalho consigo recuperar tudo que foi perdido, entretanto, existe uma agenda de futuros trabalhos que preciso cumprir, até para voltar a investir em novos equipamentos”, disse.

Gegê também se preocupa com as fotografias já registradas e que não têm substituição. Muitos trabalhos precisariam ter sido entregues e não podem ser refeitos.

“Também tenho problema do material que eu tinha que entregar. São muitas coisas de valor, mas o mais importante é o que está dentro desses HDs. Tem uma vida inteira de trabalho”, finalizou.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados