Flá contraria própria orientação e recebe crianças no gabinete

080620102747.jpg
Segundo postagem no Facebook da Prefeitura, crianças não cumpriam agenda urgente ou inadiável e foram apenas conhecer o prefeito

Apesar das insistentes recomendações das autoridades de Saúde federais, estaduais e da Secretaria Municipal de Saúde para que a população só saia de casa em situações absolutamente necessárias, o prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá (DEM), recebeu duas crianças para conversar sobre amenidades em seu gabinete. As visitas aconteceram no dia 29 e na última quarta-feira, 3 de junho. 


As duas estudantes foram à Prefeitura de Jales na companhia de adultos e usavam máscaras. Uma estava com os pais e a outra com uma vizinha. 


Elas permaneceram conversando com o prefeito e teriam ido apenas para conversar, supostamente de forma expontânea. 


As visitas foram registradas em fotografias posteriormente postadas na página oficial da Prefeitura no Facebook. As identidades constam da postagem, mas serão preservadas nesta publicação.


A postagem dizia de forma pouco crível, que as duas crianças de famílias distintas manifestaram espontâneamente o desejo de conhecer o prefeito. “As crianças bateram um papo descontraído, tiraram dúvidas e conversaram sobre o trabalho desempenhado pelo chefe do Poder Executivo jalesense”.


As críticas foram inevitáveis. Vários seguidores observaram que a visita não era para assuntos urgentes, sequer indispensáveis, e que não deveria ter ocorrido em época de quarentena, na qual o próprio prefeito recomenda que as pessoas fiquem em casa. 


“Ficou 3 anos e meio sem receber ninguém, nenhuma visita, e agora em época de pandemia, útil colocar a vida das crianças em risco de contágio? Sem noção !!!”, comentou um deles.


“Ótima época pra se fazer visitas. Realmente muito necessário”, ironizou outra.


“Uma bonita ação, mas poderiam ter esperado uma época mais favorável. Estamos enfrentando uma pandemia e o número de casos na nossa cidade só cresce”, ponderou uma segunda seguidora.
Para este repórter, além de afrontar todas as recomendações das autoridades de Saúde e do próprio prefeito Flá, a visita expõe desnecessariamente as crianças, visto que não se trata de tarefa urgente ou inadiável. E pode configurar promoção pessoal do prefeito em órgão oficial que deveria ser usado apenas e exclusivamente a ações institucionais do município.


JUSTIFICATIVA
Aparentemente falando em nome da Prefeitura, um servidor que atua na Secretaria de Comunicação justificou as visitas dizendo que o prefeito nunca se negou a receber alguém e que “todas as medidas de segurança e prevenção (uso de máscaras, álcool em gel) foram adotadas!”. 


E relacionou a atitude do prefeito ao funcionamento do comércio. “Da mesma forma que o governador decretou que parte do comércio pode abrir e receber pessoas, que a Prefeitura está aberta e pode receber a população, porque o prefeito se negaria a receber por cinco minutos uma visita tomando todos os cuidados? Acho pura hipocrisia alguns comentários. E pra finalizar não é período eleitoral e não existe nada de ilegal neste post e nessa visita. Passar bem!”(SIC) disse, demonstrando aborrecimento com as cobranças.

Deixe um comentário