Etec de Jales produz máscaras em impressora 3D e doa para hospitais da cidade

110520162733.jpg
O primeiro lote de máscaras confeccionadas em impressora 3D já foi doado para o Hospital de Amor e para a Santa Casa de Jales

A Etec de Jales, Dr. José Luiz Viana Coutinho, através do Pólo de Robótica e recursos doados pelos docentes e membros da comunidade local, iniciou a produção de Face Shields (máscaras de proteção facial) em impressora 3D. Toda a produção foi doada integralmente para a Prefeitura de Jales, Santa Casa de Jales e Hospital de Amor – Unidade Jales.


Segundo o diretor da escola, Willians Pizolato, os professores Mateus Boni Dias e Yuri André Vioto Silva, responsáveis pelo Pólo de Robótica da Etec, estão se revezando no acompanhamento da produção dos EPIs, garantindo a qualidade das máscaras produzidas além da segurança dos usuários, pois desenvolvem os trabalhos utilizando máscaras, óculos de proteção e luvas.


“O primeiro lote, de 50 máscaras, foi entregue no dia 5 de maio, e um segundo lote já está em produção. A expectativa da Etec é de produzir até 200 máscaras nesta primeira fase, dependendo de recursos financeiros para a aquisição de insumos para a produção de novas unidades”, disse.
A impressora da ETEC Jales tem capacidade para fazer duas máscaras simultaneamente e leva três horas para completar a confecção.


Os arcos de suporte das máscaras são feitos de filamento de PLA, um material biodegradável feito a partir do amido de milho. É ideal para peças decorativas ou protótipos, e para impressoras 3D. A proteção do rosto é de acetato.


Não há informações de que outras unidades da escola, ou de instituição ligada ao Centro Paula Souza, também estejam fazendo a mesma ação. O jornal apurou que a ETEC de estudantes do curso superior tecnológico de Têxtil e Moda da Fatec de Americana fizeram cerca de 4 mil máscaras de proteção facial em casa para doar à população e instituições da cidade. 


Alunos do curso técnico de Modelagem do Vestuário da Etec Carlos de Campos, na capital, vão aprender a fazer máscaras com material reciclado, que não demandam nem a costura do tecido. Serão usadas meias novas ou peças usadas, como camisetas, lençóis e fronhas de algodão que podem ser reciclados.


“Só tenho notícias de que alguma escola da capital esteja fazendo, mas aqui no interior, de Catanduva até aqui, não tenho conhecimento”, disse o diretor.


Quem tiver algum material que possa doar para ajudar a confeccionar as máscaras pode entrar em contato com a direção da Etec através do e-mail e073dir@cps.sp.gov.br. ou pelos telefones 3632-9004 ou 3632-9007.

 

Deixe um comentário