Escolas de Jales e Paranapuã estão entre as 30 melhores do Brasil

101115115304.jpg
Planejamento e investimentos em Educação garantiram a excelente classificação de Jales e Paranapuã no IOEB

Elaborado pela primeira vez, o IOEB – Índice de Oportunidade da Educação Brasileira apontou recentemente que a região de Jales tem quatro escolas entre as cem melhores em oportunidades educacionais na rede pública. O estudo foi realizado com dados educacionais referentes ao ano de 2013 e é mais amplo do que os índices já elaborados, já que inclui indicadores como o Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica e a taxa líquida de matrícula. Jales e Paranapuã se classificaram entre as 30 melhores.

A formação dos professores, experiência de diretores, taxa de atendimento na educação infantil, número médio de horas-aula/dia e escolaridade média dos pais foram considerados pelo CLP – Centro de Liderança Pública, responsável pela elaboração do IOEB. Utilizando esses indicadores, foram geradas médias para cada município. 

O município de Paranapuã foi o grande destaque entre as escolas da região de Jales e conquistou a 8ª posição com a nota 5,7. O ranking é liderado por três cidades cearenses, um município gaúcho e Novo Horizonte, na região de São José do Rio Preto, que ficou em 5º lugar.

Jales foi muito bem classificada, em 26º lugar, com a nota 5,6, acima da média estadual de 5,1 e da média nacional de 4,5. A nota obtida por Jales foi maior que a de capitais como São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, Rio de Janeiro e Brasília, por exemplo. Palmeira d’Oeste e Urânia foram as outras duas cidades que se destacaram na região, em 74º e 76º lugares, respectivamente.

O secretário de Educação de Jales, Francisco Melfi disse que o resultado de planejamento e investimentos no setor da educação. “Investimos em materiais de qualidade e na valorização profissional, pois consideramos fundamentais para a qualidade de ensino. Todos os profissionais da rede municipal tiveram aumento salarial anual, além de garantia de 1/3 da jornada fora da sala de aula. Garantimos a merenda escolar de excelente qualidade a todos os alunos e, quando necessário, eles também receberam acompanhamento pedagógico no contra-turno escolar. São medidas assim que acabam contribuindo para o reconhecimento do serviço prestado e da educação oferecida em Jales que é referência na região”.

Chico Melfi ressaltou ainda que são realizadas reuniões semanais em que professores e servidores fazem estudos e planejamento das aulas. Dependendo da jornada dos professores, eles podem ficar até cinco horas semanais na escola em formação continuada. “Nesse ano de 2015, foram oferecidos cursos em parceria com o Detran, formação do Programa Ler e Escrever em parceria com a Rede estadual de Ensino e cursos de formação do Programa Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa”.

Cidades grandes

No IOEB, as cidades de pequeno porte lideram. Entre quinze municípios da região de São José do Rio Preto que estão entre as cem melhores, apenas Jales, a 26ª colocada no ranking geral, é de médio porte, com 48.922 habitantes.

Rio Preto, a maior cidade da região, aparece apenas em 250º posição, com nota 5,2. Catanduva é a 101º, com 5,4, Votuporanga ficou em 150º, com 5,3 e Mirassol a 392º, com 5,2. Fernandópolis tirou 5,0, na 713º posição.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados