Encontro de Educação Ambiental e Recursos Hídricos é sediado em Jales

041119095435.jpg
.

Jales foi sede do 3º Encontro de Educação Ambiental em Recursos Hídricos, realizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São José dos Dourados (CBH-SJD), por meio da sua Câmara Técnica de Educação Ambiental, na manhã de quinta-feira, 31 de outubro, no Centro do Professorado Paulista, o CPP - Sede Regional de Jales.

A ação teve como objetivo discutir as ações de educação ambiental no âmbito da Bacia Hidrográfica do Rio São José dos Dourados, estimulando o pensamento crítico e propiciando um processo de aprendizagem coletiva e troca de experiências entre os agentes ambientais presentes no encontro.

Além da presença do prefeito municipal de Jales e presidente do CBH-SJD, Flávio Prandi Franco, o evento contou com a participação do coordenador da Câmara Técnica de Educação Ambiental do CHB-SJD, Alessandro Nunes Ferreira, o gerente regional da 9ª Região de São José do Rio Preto e representante do Conselho de Engenharia e Agronomia (CREA-SP), Osmar Rodrigues Júnior, a supervisora de ensino da Diretoria de Ensino de Jales, Renata Crespo Cintra, a secretária executiva adjunta do CBH-SJD, Lucíola Guimarães Ribeiro e também entidades, autoridades e responsáveis por escolas de várias cidades da região.

A ação teve início às 8h30, com o credenciamento e recepção dos participantes, seguido de café da manhã e da palestra sobre a Importância do Plano de Educação Ambiental para o CBH-SJD, com Gabriela Rahal de Rezende, coordenadora do Plano de EA do CBH-TJ.

Já no período da tarde foi a vez de José Walter Figueiredo, coordenador do Programa Município Verde Azul – PMVA/SIMA - falar sobre a interface entre os objetivos de desenvolvimento sustentável, recursos hídricos e o Programa Verde Azul. Foi aberto aos participantes no final das palestras, perguntas e encaminhamentos.

Uma exposição de cases de educação ambiental foi exibida aos presentes pelo representante do CREA, Osmar Rodrigues Júnior. Escolas da região também expuseram banners, como a E.E. Francisco Molina Molina, de Santa Salete, que abordou projetos ambientais promovidos pela escola, tratando de observar e diagnosticar os problemas ambientais em conhecimentos locais e científicos; a E.E. Dom Arthur Horsthuis, de Jales, que apresentou o projeto “Recuperação de Nascentes” e a E.E. Carlos de Arnaldo, também de Jales, que tratou o tema sustentabilidade na escola. Instituições de Pontalinda, Paranapuã, Guzolândia, Dolcinópolis, São Francisco, Ilha Solteira e Urânia também participaram.

O evento teve o apoio da Associação dos Engenheiros da Região de Jales (AERJ), Associação dos Produtores Rurais de Marinópolis (APRUMA), Prefeitura Municipal de Jales, Prefeitura Municipal de Guzolândia, Prefeitura Municipal de Pontalinda, Conselho de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP), Diretoria de Ensino Região de Jales, SABESP, Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), UNESP, Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável, Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados