Empresa que compraria recinto da Facip não cumpre prazo

141117110123.jpg
Empresa que havia divulgado a compra do recinto da Facip não cumpriu os prazos estabelecidos pela Unimed que colocou novamente o imóvel à venda

Parece que a novela que se estende há anos, envolvendo o recinto de exposições Vereador Juvenal Giraldelli, onde durante décadas aconteceu a Facip – Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária de Jales, está longe de acabar. Em assembleia realizada na noite da do dia 17 de agosto, vinte cooperados da Unimed de Jales decidiram, por 12 votos contra 7, vender o imóvel para a Gauri Eventos, de São Paulo. A informação foi confirmada à equipe de reportagem do jornal A Tribuna pelo presidente da Unimed, o médico Mário Okanobo. Porém, o negócio não se concretizou.

De acordo com o presidente, o prazo para assinatura de contrato e pagamento da compra do recinto deveria ter acontecido até a última sexta-feira do mês de outubro, dia 27. A Gauri Eventos, do empresário Raphael Figueiredo Aguiar Vieira Carvalho, especializada em eventos de grande porte e festas de peão, não cumpriu o prazo estabelecido pela Unimed. “O recinto Juvenal Giraldelli está novamente à venda”, ressaltou Mário Okanobo.

A venda que não deu certo

As negociações entre Unimed e Gauri Eventos começaram há algum tempo. No dia 2 de agosto, os cooperados haviam recusado uma proposta feita pela empresa paulistana, que ofereceu R$ 3 milhões pelo imóvel e todas as suas edificações. A Unimed recusou a oferta em função de um parcelamento proposto pela compradora. No dia 9 de agosto, a Gauri apresentou nova proposta, por escrito.

A diretoria da empresa manteve a oferta dos mesmos R$ 3 milhões, porém o pagamento seria feito à vista, confirmou o presidente da Unimed Jales. “Vinte cooperados compareceram na assembleia. Precisávamos de aprovação da maioria simples, ou seja, 50% + 1 voto. Tivemos 12 votos a favor da venda e 7 contra. Eu, como presidente, só precisaria votar em caso de empate, o que não foi o caso”, disse o Dr. Mário.

A Gauri é especializada em eventos de grande porte e festas de peão. O site da empresa (www.gaurieventos.com) a descreve como “uma empresa de música e entretenimento que atua no ramo de música sertaneja em todo o Brasil. Nossa empresa está preparada para atender a demanda dos mais variados eventos musicais, desde grandes feiras a shows mais intimistas. Atuamos em feiras e festas típicas regionais, festas de peão e rodeios, bem como em shows em casas noturnas e arenas”, diz. A empresa paulista possui escritório no bairro Cambuci e, além de promover grandes festas, possui ainda estruturas completas de arquibancadas pré-montadas, camarotes, palcos, geradores, banheiros químicos, entre outros.

O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, que acompanhou parte das negociações, disse que a Gauri Eventos tinha a intenção de promover uma festa de peão nos moldes da Facip, no mês de abril.

Raphael Figueiredo Aguiar Vieira Carvalho, conversou com o editor chefe de A Tribuna, na manhã da sexta-feira, dia 18 de agosto, um dia depois da assembleia realizada pela Unimed e afirmou que o próximo passo seria formalizar o contrato de compra e venda do recinto Juvenal Giraldelli. Ele disse que a empresa pretendia realizar diversos eventos e shows no local e que o espaço seria reformado, readequado e revitalizado em breve.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados