Edição nº 1519

120618094349.jpg
.

PRÉ-CAMPANHA

Em entrevista a uma emissora local, a deputada estadual Analice Fernandes (PSDB) criticou, mais uma vez, o atual governador e pré-candidato Márcio França (PSB), que, segundo ela, está fazendo muitas promessas e cumprindo poucas. De outro lado, Analice elogiou o candidato tucano João Dória, que, de acordo com a deputada, está prometendo, caso eleito, dar prioridade à segurança pública.

 

SEGURANÇA PÚBLICA

Curiosamente, um dos entrevistadores – a propósito de apoiar o discurso da deputada a respeito de seu candidato - aproveitou para criticar a falta de viaturas em um setor da polícia. Detalhe: como acreditar nas promessas tucanas de melhorias na segurança pública, se o PSDB está no poder há mais de 20 anos e ainda perduram críticas sobre, por exemplo, falta de viaturas.

 

TRINTA DIAS

A Justiça de Jales deu 30 dias para a nossa Prefeitura pagar o que deve à empresa D-Geo Engenharia Ambiental Ltda. Como noticiado por este jornal, a empresa de São Paulo, que realizou estudos no antigo aterro de resíduos da construção civil, está cobrando uma dívida de R$ 54,4 mil, vencida em maio de 2017. Além dos R$ 54,4 mil, a Prefeitura terá que pagar mais R$ 2,7 mil relativos aos honorários advocatícios.

 

MAIS UMA

Enquanto isso, mais uma empresa está recorrendo à Justiça para receber uma dívida da Prefeitura de Jales. Dessa vez, trata-se de uma empresa de Carapicuíba-SP, que ajuizou ação cobrando R$ 36 mil relativos à venda de mercadorias para a municipalidade. A dívida, segundo o Portal de Transparência Municipal, é de 2016.

 

CONTRATAÇÃO

A Prefeitura assinou, na quarta-feira, 06, um contrato com a construtora V.de Souza Ferreira & Cia Ltda, de Paranapuã, para construção da unidade de saúde do Jardim Monterey. O valor do contrato é de R$ 763,6 mil. A construtora é a mesma que repaginou o Centro de Economia Solidária, para instalação do Ganha Tempo. A entrega da obra está prevista para março de 2019.

 

PRIMEIRA DENÚNCIA

A V.de Souza Ferreira foi a primeira a denunciar o ex-prefeito de Dolcinópolis, José Luiz Inácio de Azevedo, desencadeando a “Operação Catatau” da Polícia Federal que resultou na prisão do ex-alcaide. A empresa foi responsável pela construção de uma creche em Dolcinópolis e, a pedido do prefeito, emitiu duas notas com valor superior ao que a Prefeitura lhe devia pelos serviços. Zé Luiz, o prefeito, ficou com o dinheiro – R$ 72 mil – e desapareceu sem pagar nada à empresa.

 

EVENTO POLÍTICO

Representantes da imprensa e simpatizantes reuniram-se em torno da pré-candidatura de Luiz Henrique Moreira, em evento político realizado na quinta-feira, em uma chácara próxima à cidade. Políticos de variados matizes – como Marynilda Cavenagui, Pérola Cardoso, Claudir Aranda e Luís Especiato – fizeram parte da lista de convidados. O prefeito Flá também deu o ar de sua graça e até discursou em favor de Luiz Henrique.

 

SURPRESO

A reunião festiva teria sido uma iniciativa de empresários locais e formadores de opinião, que estão dispostos a apoiar Luiz Henrique. O pré-candidato se disse surpreso e honrado com a iniciativa dos amigos. Em seu discurso, ele ressaltou que Jales precisa de mais atenção e representação na Assembleia Legislativa.

 

INCURSÃO

E no início da semana, será a vez do pré-candidato a deputado estadual Delegado Sakashita acompanhar o professor Luiz Flávio Gomes – também pré-candidato, só que a deputado federal – em incursão pela região. Em dois dias, Luiz Flávio passará por Tanabi, Votuporanga, Jales, Palmeira D’Oeste, Santa Albertina e Fernandópolis.

 

ENTREVISTAS

Em Jales, onde fará dobradinha com Sakashita para as eleições de outubro, o professor LFG, criador do movimento “Quero Um Brasil Ético”, fará uma palestra no IEP com o tema “Ética e Cidadania”, programada para as 19:30 horas da segunda-feira, 11. No dia seguinte, depois de entrevistas às rádios Antena e Assunção, ele participará de coletiva com toda a imprensa local em sala cedida pela direção das rádios Assunção/Regional.

 

BOAS IDEIAS

Nossa Câmara, assim como o inferno, anda cheia de boas ideias. Depois de tentar proibir fogos de artifício barulhentos, estimular a criação de galinhas na zona urbana e propor a retirada de semáforos da avenida, agora o tema é a Copa do Mundo. O vereador Tiago Abra está sugerindo que a Prefeitura enfeite o centro da cidade com motivos relativos ao campeonato mundial de seleções, para estimular as compras no comércio. Considerando que o Brasil já entra em campo no próximo domingo, a sugestão deverá ficar para a Copa de 2022.

 

AFANADOS

A Copa do Mundo não foi o único assunto importante da sessão de segunda-feira, 04. Nossos vereadores aproveitaram, também, para repudiar a política de preços dos combustíveis, praticada pela Petrobras, que ocasionou a greve dos caminhoneiros. A privatização do pré-sal também foi criticada: “Somos afanados pelos políticos e eles ainda têm a coragem de falar que a Petrobras é dos brasileiros”, discursou o vereador Deley.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados