Diocese promove nova mudança no comando das paróquias

240820101424.jpg
Até fevereiro de 2021, os padres Valdair e Uilian serão transferidos para paróquias em Fernandópolis

Comunicado emitido pelo bispo diocesano de Jales, Dom Reginaldo Andrietta, na última quinta-feira, 20 de agosto, informou algumas mudanças na distribuição de cargos nas paróquias da Diocese. As mudanças são rotineiras e têm caráter apenas administrativo.   

“Estimados irmãos, estimadas irmãs, no uso de minhas atribuições episcopais, comunico-lhes as transferências de vários presbíteros, a serem efetivadas até fevereiro de 2021. Elas visam o bem pastoral da Igreja Diocesana, discernido com o Conselho Diocesano de Presbíteros e com os presbíteros concernidos, a quem agradeço pelos serviços prestados às Paróquias e Quase-Paróquias que continuarão sob suas responsabilidades até a posse dos novos Administradores ou Vigários Paroquiais”, explicou o bispo no comunicado. 

Ao jornal, Dom Reginaldo detalhou que as transferências são normais após vários anos de ministério do padre em uma determinada Paróquia ou Quase-Paróquia. “Elas ocorrem para se atender necessidades pastorais e, em alguns casos, por solicitação do próprio padre. O processo de reflexão toma tempo, como o atual, que durou dois anos, implicando a participação dos padres concernidos e o Conselho Diocesano de Presbíteros”. 

A principal mudança na cidade de Jales será a transferência do padre Valdair Aparecido Rodrigues, da Catedral Nossa Senhora da Assunção para a Paróquia São Bernardo, de Fernandópolis, na função de Administrador Paroquial. Ele será substituído pelo padre Valter Lucato Campano Junior, que será transferido da Paróquia São Pedro, de Fernandópolis, para a Catedral Nossa Senhora da Assunção, de Jales, na função de Administrador Paroquial. 

O padre explicou que o código de direito canônico prevê a transferências a cada seis anos e que ele já estava na Paróquia da Catedral Nossa Senhora da Assunção havia sete anos. “De 11 anos que tenho de ordenação, sete eu passei aqui. Foram cinco anos e meio como administrador paroquial e dois anos como vigário. Estou com o coração dividido, mas estou me transferindo porque tenho intenção de estudos também. Mas não foi nada imposto unilateralmente. São conseqüências da missão e necessidades da igreja”. 

Valdair pretende cursar psicologia em uma faculdade da região e aproveitou a chance de transferência, que já estava sendo preparada, para ficar mais próximo da instituição educacional. O objetivo é usar o curso na sua missão evangelizadora.

Outra mudança será a do padre Ulian Aparecido de Oliveira, que será transferido da Catedral Nossa Senhora da Assunção (Região Santo Expedito), de Jales, para a Paróquia São Pedro, de Fernandópolis, na função de Administrador Paroquial. Ele será substituído pelo padre Juliano Fortunato Godoy de Souza, da Paróquia Cristo Luz do Mundo, de Ilha Solteira, e da Quase-Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, de Itapura, para a futura Paróquia Santo Expedito, de Jales, na função de Administrador Paroquial.

Uilian disse que recebeu a notícia da transferência com sentimento de gratidão, após 7 anos de trabalho desenvolvido em Jales. As mudanças, confirmou, foram estudadas e decididas depois de muito debate. “As transferências foram estabelecidas com Dom Reginaldo e as instâncias competentes, depois de um bom diálogo, amadurecendo as propostas e vendo o melhor para a diocese de Jales, não foi uma decisão de um dia para o outro, foi algo bem amadurecido é refletido”. 

Sobre a relação com os fiéis, Uilian disse que “saudade, creio que seja algo muito presente, pois não foram apenas 7 anos, foram 7 anos muito bem vividos, e um trabalho exercido com muito empenho por todos... Impossível, não sentir saudades. Creio que o crescimento foi geral, para todos, eu cresci, amadureci muito como padre, como pessoa. Também vejo e é nítido o crescimento das comunidades, pois estão se tornando paróquia, sinal de maturidade. Estou saindo com o sentimento que a missão foi bem realizada, muita gratidão a Deus pela oportunidade de estar em Jales nesse tempo, mas a missão continua. Com muita alegria acolho a Paróquia São Pedro. E creio que vamos juntos fazer um bom trabalho.Também o padre Juliano, que assume a futura Paróquia Santo Expedito, rogo a Deus para que ele tenha a capacidade de exercer aqui um bom trabalho, junto dessa porção do povo de Deus que eu amo tanto”.

REMANEJAMENTO

As outras mudanças anunciadas são a transferência do padre Miguel Donizete Garcia, das Paróquias São Bernardo e Santa Rita de Cássia, de Fernandópolis, para a Paróquia São João Batista, de Santa Fé do Sul, na função de Administrador Paroquial. O padre Lorenzo Longhi, da Paróquia São João Batista, de Santa Fé do Sul, para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Auriflama, e a Quase-Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Guzolândia, na função de Administrador Paroquial. O padre Donizéti Aparecido dos Santos será transferido da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Auriflama, e da Quase-Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Guzolândia, para a Paróquia Cristo Luz do Mundo, de Ilha Solteira, e a Quase-Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, de Itapura, na função de Administrador Paroquial. Geraldo José da Silva, da Paróquia Cristo Luz do Mundo, de Ilha Solteira, e da Quase-Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, de Itapura, para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Santa Clara d’Oeste, as Quase-Paróquias Santa Rita de Cássia, de Santa Rita d’Oeste, e Santa Terezinha, de Rubinéia, com a função de Administrador Paroquial, e para a Paróquia São João Batista, de Santa Fé do Sul, na função de Vigário Paroquial. O padre Maurício da Silva, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Santa Clara d’Oeste, e das Quase Paróquias Santa Rita de Cássia, de Santa Rita d’Oeste, e Santa Terezinha, de Rubinéia, para a Paróquia São João Batista, de Populina, e a Quase-Paróquia Senhor Bom Jesus, de Mesópolis, na função de Administrador Paroquial. Sérgio Neves dos Santos, da Paróquia São João Batista, de Populina, e da Quase-Paróquia Senhor Bom Jesus, de Mesópolis, para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Auriflama, e a Quase-Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Guzolândia, na função de Vigário Paroquial. O padre Mário Roberto Rodrigues Faria, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Três Fronteiras, e da Quase-Paróquia Sant’Ana, de Santana da Ponte Pensa, para a Paróquia São José Operário, de Jales, na função de Administrador Paroquial. O padre Geraldo Trindade Furlaneto, da Paróquia São José Operário, de Jales, para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Três Fronteiras, e a Quase-Paróquia Sant’Ana, de Santana da Ponte Pensa, na função de Administrador Paroquial.

 

Deixe um comentário