Deficiente que causou acidente na SP-320 dirigia veículo não adaptado

150518102505.jpg
O carro conduzido pelo deficiente teve a dianteira totalmente destruída

 

A polícia desconfia que o aposentado de 47 anos usava um pedaço de madeira (cabo de vassoura) para conseguir conduzir a Saveiro que se chocou contra um Fiat Uno na noite de quarta-feira, 9 de maio, na SP-320, próximo ao trevo de Urânia. O homem era deficiente físico (não tinha a perna esquerda), mas o carro não era adaptado e ele não usava prótese no momento da batida. Segundo a polícia, ele também estaria em alta velocidade. Somente a perícia poderá afirmar com certeza se o fato causou ou facilitou o acidente, mas até agora essa é a única pista.

Segundo a Polícia Rodoviária, Luiz Antônio Perini de Lima, que era morador de Nipoã, trafegava com a Saveiro placas CNC-2990 no sentido Urânia a Santa Salete, quando perdeu o controle do veículo, atravessou o canteiro central e bateu violentamente de frente com um outro carro que trafegava no sentido contrário.

A colisão frontal entre a Saveiro conduzida pelo homem e o Uno conduzido pela estudante M.M.S. aconteceu por volta de 20h30, próximo ao trevo de Urânia, mais precisamente no km 594,4.

A jovem de 23 anos, moradora de Santa Fé do Sul, foi socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), levada para a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) de Jales e em seguida para a Santa Casa, onde permanecia internada em observação até a tarde de quinta-feira, quando esta reportagem foi escrita. Seu estado era considerado estável.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados