Curso de História da Unijales é reconhecido pelo MEC com conceito 4

170717150604.jpg
Os alunos Edi Carlos Rodrigues e Vitória Vieira Lima parabenizaram a Unijales e o coordenador de História pelo excelente conceito

 

O curso de História da Unijales, coordenado pelo professor doutor, Silvio Luiz Lofego, foi avaliado pela Comissão do MEC (Ministério de Educação e Cultura) e teve sua Renovação de Reconhecimento. Em uma escala de 0 a 5, o curso obteve nota 4, considerado excelente conceito.

Nos dias 26 e 27 de junho, a comissão avaliadora, constituída pelos professores Ângelo Adriano Faria de Assis e Álvaro Pereira do Nascimento, analisou a qualidade do ensino, envolvendo a dimensão pedagógica, corpo docente, com mestres e doutores e a infraestrutura, com espaços e recursos adequados para as aulas.

Todos esses requisitos colaboraram para a nota 4 e a Renovação do Reconhecimento do curso de História, além de classificá-lo como de excelente qualidade, atendendo plenamente às exigências do Ministério da Educação para o seu funcionamento.

“Essa nota representa a confirmação pelo MEC da qualidade sempre buscada pelo curso de História da Unijales. Desde que assumi a coordenação, em 2002, sempre busquei trazer para Jales projetos inovadores e que pudessem contribuir para a excelência do ensino. O conceito 4 veio coroar um trabalho árduo, mas extremamente gratificante e premiar a garra de uma equipe fantástica”, disse o coordenador do curso Silvio Luiz Lofego.

O Reconhecimento é a condição necessária, juntamente com o registro, para a validade nacional dos respectivos diplomas.

O ex-aluno do curso de História e também professor da Instituição, Jemerson Quirino, falou sobre a renovação do reconhecimento. “A boa nota expressa o quanto o curso de História pode mudar a vida de seus alunos. O mais importante em uma caminhada é o primeiro passo, e foi justamente no curso de História que dei meu primeiro passo na vida acadêmica. Agradeço imensamente a oportunidade de cursar História. A educação tem um poder incrível de transformar. Hoje entendo o motivo pelo qual me identifiquei com essa área, pois acredito, tal como em Marx, Gramsci, Salviani, que a essência humana é trabalhar, aprender e ensinar. Isso é a minha vida desde que consigo resgatar minhas mais longínquas lembranças na memória. Contudo, só pude perceber minha própria essência ao cursar História na Unijales”.

 

Daniel Zílio

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados
Feliz Natal