Covid-19 mata um dos radialistas mais queridos da região

030820102320.jpg
Marcinho trabalhou em diversas emissoras de várias cidades da região


Morreu na última segunda-feira, 27 de julho, aos 51 anos, o radialista Márcio Costa. Marcinho, como era conhecido, sucumbiu a problemas respiratórios agravados pela Covid-19.


Ele estava internado havia 18 dias na Santa Casa de Fernandópolis, após um pico de diabetes e complicações causadas pela doença, que só foi diagnosticada no terceiro exame.


Marcinho trabalhou em diversas emissoras de várias cidades da região, principalmente em Santa Fé do Sul. Durante os últimos 15 meses, ele era um dos apresentadores do programa jornalístico Alvorada Notícias, da rádio Alvorada FM de Fernandópolis. A emissora fez um programa especial em sua homenagem, veiculando trechos de programas, histórias e ele mesmo contando um pouco da sua trajetória profissional. “Eu tive a honra de tê-lo aqui comigo durante 332 edições do programa. Ele veio fazer a primeira participação ao meu lado no dia 18 de março do ano passado e ficou até uma quinta-feira, quando ele começou a se queixar de que estava ‘meio grogue e esquecendo algumas coisas”, disse o colega de programa, o jornalista Jorge Pontes.    


Depois de se sentir mal e ser internado, o radialista seguiu entubado até perder a vida na segunda-feira. 


Dezenas de radialistas, ex-colegas de trabalho e alguns amigos que ele colecionou durante a vida, fizeram homenagens através das redes sociais. Marcinho foi sepultado em Guarani d’Oeste, conforme os protocolos impostos pela quarentena.     

 

Deixe um comentário