Coronavírus impacta as vendas de ovos de Páscoa

060420103858.jpg
Vendas de ovos de Páscoa nos supermercados da cidade estão bem abaixo do esperado


As vendas de chocolates e ovos de Páscoa devem apresentar queda em comparação com o ano passado e em relação ao crescimento que havia sido projetado antes da crise do coronavírus, segundo pesquisa da Associação Paulista de Supermercados (APAS). Antes, o crescimento estimado para as vendas no estado de São Paulo era de 2,2%, agora a expectativa é de queda de 8,5%. 


Para a Grande SP a projeção negativa é de 10,5%. Já no interior do estado, a média de retrocesso nas vendas é de 8,2%. A projeção é baseada em itens com vendas típicas para esta época do ano, e inclui bombons, ovos, barras e tabletes de chocolate, refrigerantes, cerveja, vinho e peixes.


O principal motivo é o contexto econômico atual, onde famílias voltaram seus gastos para produtos básicos, higiene e limpeza. 


Supermercados preparados
Por outro lado, os supermercados estão organizados e abastecidos para o período de pagamento de salários que ocorre nesta primeira semana, a partir de segunda-feira, 6.


Em função disso, as vendas nas lojas dos supermercados paulistas subiram no último dia de março. O movimento nas lojas aumentou 10% no dia 31/3, em comparação com o dia 3 de março, também uma terça-feira.


Na Grande São Paulo o crescimento do movimento presencial foi um pouco maior, 18%, enquanto no Interior foi de 8%, segundo levantamento da Associação Paulista de Supermercados – APAS, junto a seus associados.

 

Deixe um comentário

Parceiros

290420095635.jpg
200420103240.jpg 290420095031.jpg
290420100901.jpg
290420103741.jpg

Social

Nenhuma notícia encontrada.

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Você é a favor do isolamento social para combate do Coronavírus?




Resultados