Convenções devem confirmar três candidatos a prefeito de Jales

150920100132.jpg
Em ordem alfabética, Ailton Santana (PV), Luís Especiato (PT) e Luis Henrique (PSDB) devem disputar a cadeira de prefeito de Jales em 15 de novembro

A maioria dos partidos políticos estabelecidos em Jales marcou para os próximos dias (fim e começo de semana) a definição de como vai se posicionar no pleito deste ano. A data tem razão de ser. Os partidos estão de olho no prazo estabelecido pela Lei Eleitoral – 16 de setembro, e não pretendem revelar seus planos antes do tempo. O prazo para registro de candidaturas termina no dia 26 de setembro, mesma data para o início da propaganda eleitoral, inclusive na internet.  

Apesar de a Emenda Constitucional nº107, de 2 de Julho de 2020, que adiou as eleições para novembro, ter autorizado a realização de convenções por meio virtual, não há notícia de que algum partido use esse recurso em Jales.     

Até a última sexta-feira, 11 de setembro, quando esta matéria estava sendo finalizada, havia um forte rumor de os eleitores terem três opções de candidatos a prefeito de Jales nas urnas de 15 de novembro.  

As coligações para a eleição proporcional (vereador) estão proibidas, mas estão liberadas para os cargos majoritários (prefeito). 

Levando isso em consideração, a única coligação deve ser a formada pelos partidos que apoiarão a candidatura de Luis Henrique (PSDB) para prefeito. Seis dessas agremiações realizam suas convenções praticamente no mesmo horário de segunda-feira, 14. MDB e DEM fazem na terça e devem ratificar o nome do empresário para prefeito com a professora Marynilda Cavenagh, a única mulher na eleição majoritária, como candidata a vice.  

De acordo com os editais publicados no fim da semana passada, o PSDB vai realizar a sua convenção às 19h30. O Progressistas, que deve participar com o candidato a vice-prefeito, marcou a sua convenção para as 18 horas, mesmo horário do Republicanos. O PSD para as 18h30; o PSL para as 18h40 e o Podemos para as 17 horas. 

O MDB fará sua convenção no dia 15 e, segundo o presidente José Devanir Rodrigues (o Garça), não terá candidato a prefeito, mas vai concorrer com chapa completa de 15 candidatos a vereador. 

O DEM, do prefeito Flávio Prandi Franco, realiza a sua convenção no mesmo dia 15, das 17 às 19 horas, e também deve lançar chapa completa de 15 candidatos a vereador. 

O jornal apurou que MDB e DEM se somarão aos seis partidos que apoiarão o PSDB de Luis Henrique. A decisão formal deve ser ratificada nas convenções das legendas. 

Com isso, o bloco terá oito partidos e entre 100 e 120 candidatos a vereador, ficando com cerca de 90% do horário eleitoral no rádio. Todos os oito partidos do grupo de Luis Henrique devem disputar com o número máximo de candidatos a vereador. O plano de mídia com a distribuição do tempo de propaganda só será definido a partir do dia 26 de setembro.

O PT não confirmou a data da sua convenção. “Estamos tentando acertar o local por questão de segurança, mas a data certamente será segunda ou terça”, disse o presidente do Diretório Municipal petista em Jales. A reunião deve ratificar a candidatura chamada “puro-sangue” com candidatos a prefeito e vice da própria legenda, sem coligação. O ex-vereador Luis Especiato deve ser o candidato a prefeito e o empresário Alexandre Periotto, o candidato a vice.

O partido informou que deve concorrer com 11 ou 12 candidatos a vereador, mas até o fechamento desta matéria ainda aguardava a resposta de algumas pessoas que tinham sido convidadas.  

Neste domingo, das 15 às 17 horas, o PV também vai decidir o seu destino. O partido deve concorrer com chapa de candidatos a vereador, prefeito e vice. Ailton Santana e Marcelo Dácia, respectivamente, disputarão o Executivo.

“Por enquanto, temos prefeito e vice e 7 confirmados para disputar para vereador”, informou a presidente da legenda.   

Nesta eleição, não haverá coligação para a escolha dos vereadores e a Lei Eleitoral determina que cada partido poderá concorrer com um número de candidatos equivalente a 150% do número de cadeiras disputadas. Como Jales tem 10 vereadores, cada partido pode concorrer com até 15 candidatos ao parlamento. 

 

Deixe um comentário