Catedral Diocesana de Jales retoma missas presenciais

210920102032.jpg
A Catedral de Jales volta a realizar missas com presença de público às quartas, sextas e domingos. Limite de lotação e medidas de prevenção

 

O padre Valdair Rodrigues, administrador da Catedral Nossa Senhora da Assunção, em Jales, anunciou esta semana que está retomando as missas presenciais. As Celebrações Eucarísticas, da Palavra, de Batismo, de Crisma, de Matrimônio e Penitenciais, com a participação pública de fiéis, estavam suspensas desde 20 de março. Em toda a diocese, os padres estavam celebrando somente com as equipes e com transmissão por rádio e internet. 

A retomada será válida para as missas de quarta-feira, sexta e para as três missas dominicais, entretanto, vai ser gradual e o público estará limitado a 80 pessoas, podendo participar apenas os que agendarem previamente. As equipes de liturgia, que auxiliam na execução das missas, foram orientadas a seguir uma série de medidas de prevenção.  

Na entrada serão colocados panos no chão encharcados com uma mistura higiênica para limpeza dos sapatos; a equipe estará aferindo a temperatura das pessoas e orientando para que procurem atendimento médico, se a temperatura for superior a 37,5 graus; recipientes com álcool em gel 70% estarão disponíveis na entrada; as pessoas serão encaminhadas para sentar nos bancos sinalizados com espaçamento para garantir o distanciamento entre as pessoas. Por enquanto, estão dispensados os acólitos e somente os seminaristas e o padre tocam e levam para o altar os instrumentos usados durante a celebração. Somente eles distribuirão a eucaristia.

Os fieis serão orientados a não fazer aglomerações na porta da igreja, na saída da missa e a equipe fará a higienização dos bancos para deixá-los limpos para a missa seguinte.

Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone do escritório da Catedral, 3632-1383. Só será permitido um agendamento por semana para cada pessoa e não será permitido reservar o lugar para a semana seguinte. 

O jornal apurou que se trata de uma reabertura programada e gradual supervisionada pelo bispo Dom Reginaldo Andrietta, mas de responsabilidade individual de cada padre. Alguns padres, como Valdair, se dispuseram a iniciar a reabertura e alguns preferiram aguardar o decreto oficial do bispo. O documento, entretanto, só será emitido em outro momento, depois que os resultados da reabertura for muito bem avaliada, juntamente com a situação da pandemia. 

 

Deixe um comentário