Casos de tráfico de drogas registrados pela polícia de Jales cresceram 32% em 2017

200218085945.jpg
Com o trabalho da Polícia Civil e a Militar, houve diminuição de ocorrências de roubos em Jales

 

Os números da produtividade policial de 2017 divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança mostram que as ocorrências de tráfico de drogas registradas pela polícia de Jales – 69 durante o ano - aumentaram 32% em relação a 2016, quando foram contabilizadas 52 ocorrências. Os 69 casos de 2017 representam, ainda, um crescimento superior a 300% em relação aos 17 casos de 2002, quando a Secretaria começou a divulgar as estatísticas da criminalidade. A quantidade de apreensões de entorpecentes – quando as drogas são apreendidas sem pessoas envolvidas – também cresceu, passando de 05 para 08 casos. Já o número de ocorrências de porte de entorpecentes caiu de 123 em 2016 para 99 no ano passado.

Outro número expressivo obtido pela polícia de Jales em 2017, diz respeito à quantidade de prisões em flagrante, que passou de 126 ocorrências em 2016, para 175 casos em 2017, um incremento de 38%. Foi o maior número de prisões em flagrante desde 2002. Além dos casos de flagrante, a polícia jalesense prendeu outras 185 pessoas em cumprimento de mandados. Quanto ao número de inquéritos policiais instaurados, as estatísticas registram uma queda de quase 10%. Foram 633 inquéritos instaurados em 2017, ou 48 a menos que os 681 registrados em 2016.

Roubos diminuem

O número de ocorrências de roubos (quando o ladrão leva bens de valor ameaçando a vítima) registradas em Jales durante o ano passado (56 ocorrências) caiu um pouco em relação a 2016 (67), mas está bem acima dos números de 2015, quando foram contabilizados 35 casos desse tipo de crime. Se o número de roubos caiu, de outro lado os furtos aumentaram. Em 2017, foram registradas 559 ocorrências de furtos (quando o ladrão leva bens de valor sem estabelecer contato com a vítima), quantidade um pouco superior a 2016, quando foram contabilizadas 544 ocorrências. O recorde de furtos ocorreu em 2007, ano em que nossa polícia contabilizou 845 casos, enquanto – de outro lado – o menor número de furtos foi registrado em 2015, quando ocorreram 429 casos.

Furtos e roubos de veículos estabilizaram

De acordo com as estatísticas da Secretaria Estadual de Segurança, o ano de 2017 teve, no total, 54 furtos e roubos de veículos em Jales, mesmo número registrado em 2016. Abril de 2017 foi o mês mais problemático, com 09 registros de veículos furtados/roubados. Com relação a esses dois tipos de crime, a maior quantidade de casos ocorreu em 2014, com 65 ocorrências. Por outro lado, o menor número foi registrado em 2004, quando foram contabilizados apenas 21 casos de roubos e furtos de veículos. Na outra ponta, o número de veículos recuperados graças à atuação da polícia caiu de 44 em 2016, para 31 em 2017.

Homicídios e lesões corporais por acidente de trânsito aumentam

Jales não registrou nenhum homicídio doloso em 2017, embora tenha havido duas tentativas. A última ocorrência de homicídio desse tipo ocorreu em junho de 2016. Em compensação, os homicídios culposos por acidente de trânsito passaram de 05 em 2016, para 07 em 2017. Do mesmo modo, a quantidade de vítimas de lesão corporal culposa por acidente de trânsito também aumentou, passando de 358 em 2016, para 375 em 2017.

Deixe um comentário

Parceiros

050315164829.jpg
050315165005.jpg
050315163746.jpg
050315172328.jpg
050315171824.jpg

Colunistas

Últimas Notícias

A Tribuna TV

Enquete

Para combater o mosquito que transmite Zika,Dengue e Chikungunya, os agentes de saúde devem ou não entrar nos locais com suspeita de foco mesmo sem a autorização do proprietário?



Resultados