Carol Amador questiona quando Prefeitura vai criar unidade para atender Covid-19

290321162408.jpg
A vereadora Carol Amador quer que a Prefeitura crie uma unidade de saúde para atender apenas pacientes de Covid-19

 

A vereadora Carol Amador (MDB), em sessão ordinária da Câmara realizada na segunda-feira, 22, apresentou um requerimento questionando se a Prefeitura pretende instalar uma única unidade de saúde para atender os pacientes de Covid-19. 

A parlamentar justificou que é preciso retomar os atendimentos de rotina para pacientes com outras patologias que não seja Covid-19 e os atendimentos de medicina preventiva e curativa. 

“Na semana passada, em uma conversa informal com a farmacêutica, tive a informação que os pacientes que tomavam anti-glicemiantes via oral, hoje passaram a tomar a insulina, houve um aumento de um terço de gastos com insulina. O paciente acaba não indo à unidade porque hoje as unidades estão voltadas somente para Covid-19. Duas unidades do município estão sem médicos. A solução é um ponto no município que atenda somente síndrome gripal e desafogue a UPA e as unidades voltem a atender a promoção e prevenção, senão no próximo ano teremos um número imenso de complicações por hipertensão, diabetes, câncer de mama e de colo de útero”, justificou a vereadora sobre sua propositura.

O vereador Bruno de Paula (PSDB) também comentou o requerimento. “A gente está lutando desde o início do mandato para tirar esses casos do postinho. Precisamos fazer uma unidade específica para seguir um só protocolo. Tirar os pacientes dos postos de saúde é prioridade nesse momento, querendo ou não, ela está contaminando outros. A classe comerciária está sendo massacrada, mas temos que mostrar que estamos tentando combater a Covid e não está sendo feito isso”.  

Carol Amador indagou quando será instalada a unidade para atendimento de Covid-19 e quando serão regularizados os atendimentos de medicina preventiva e curativa.  

O requerimento foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Poder Executivo, que tem até 15 dias úteis para enviar resposta ao Legislativo.

 

Deixe um comentário