Aumento de casos de Covid-19 obriga prefeituras a cancelar eventos

120122164550.jpg
.

O aumento de casos de Covid-19 e outras síndromes gripais, como a influenza H3N2, fizeram com que algumas prefeituras tomassem medidas mais severas contra a aglomeração de pessoas para conter a disseminação dos vírus que causam essas doenças. Foram cancelados eventos e houve reforço no atendimento público e nas instituições privadas. 

Em Santa Fé do Sul, o Boletim Epidemiológico divulgado no fim da manhã de terça-feira, 5 de janeiro, informou que nas 24 horas anteriores tinham sido registrados 31 novos casos positivos e mais 25 pessoas estavam sendo investigadas.

De acordo com a Secretaria da Saúde, 59 pessoas estavam com sintomas leves da doença e faziam tratamento domiciliar. Ninguém estava internado. Também havia 58 pessoas aguardando resultados dos exames.

 

FERNANDÓPOLIS

O Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Fernandópolis na terça-feira, dia 4, registrou mais 73 casos positivos. Os números de pacientes com suspeita da doença passaram de 103 para 205. O município chegou aos 14.107 infectados. Na quarta-feira, dia 5, o jornal O Extra.Net. registrou uma enorme fila de pessoas em frente ao Cadip (Centro de Atendimento a Doenças Infecto Parasitárias) em busca de testes para gripe ou Covid.  A Secretaria Municipal de Saúde realiza ações de busca ativa para encontrar os 2.377 moradores faltosos que não completaram o esquema vacinal e não retornaram para tomar a 2ª dose da vacina contra a Covid-19.  

 

VOTUPORANGA

Em Votuporanga, o atendimento dos pacientes com sintomas gripais passou a ser concentrado na UPA e o atendimento tem demorado entre duas e três horas. Na segunda-feira, 3, mais de 800 pessoas foram atendidas e mais de 70 casos foram confirmados. Nesta semana, a Santa Casa daquela cidade reabriu a ala exclusiva para atendimento desses pacientes, que havia sido fechada no ano passado, mas dessa vez, atendendo apenas conveniados ou particulares. 

 

RIO PRETO

São José do Rio Preto também registra aumento no número de pacientes que estão procurando atendimento com sintomas respiratórios. A demora para atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) variava entre quatro a seis horas. A Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto (SP) informou na terça-feira (4) que está montando um Centro de Atendimento Respiratório para atender a demanda crescente de síndromes gripais e de Covid-19. O local escolhido pela Secretaria será o Complexo da Swift, que vai funcionar das 8h à 0h. Contudo, a data de funcionamento depende da contratação dos profissionais que vão atuar na unidade. O processo já foi iniciado.

O fluxo de atendimentos também aumentou significativamente nas instituições privadas e convênios. Na Unimed Rio Preto nesta quarta-feira, 5, chegou a um paciente por minuto durante o período crítico (das 7h às 9h). De acordo com a assessoria da cooperativa, foi uma “avalanche” de atendimentos realizados referentes às síndromes respiratórias. Pacientes com suspeita de Covid-19 e influenza aguardam o atendimento no hospital da Unimed na cidade. Os exames são realizados na unidade, mas não há registro de internações. Depois dos exames, a pessoa é orientada a retornar para casa e aguardar o atendimento por telemedicina. Houve um aumento de 36% nos atendimentos entre a última semana de dezembro e a primeira semana de janeiro. Foi preciso contratar novos profissionais e ampliar o espaço físico.  Já o Austa Hospital informou que houve aumento de 143% nos atendimentos na emergência e de 260% em internações de pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG). 

 

ARAÇATUBA

Araçatuba também vem enfrentando uma alta nos casos de Covid. No mês de novembro a média por dia ficou em 2,2 (total de 66 casos) já em dezembro saltou para 10,1 por dia (total de 305 casos).  

O número de testes de Covid-19 realizados por dia no Pronto Socorro de Araçatuba aumentou cerca de 700% desde o dia 26 de dezembro. Antes, a média era de 25 exames por dia. Em Urânia, os casos também estão subindo. Na terça-feira, 4, havia 4 pessoas em isolamento domiciliar. No dia seguinte, eram 15. Não há pacientes internados e todos estão com sintomas leves.  A Prefeitura de Ouroeste, informou na quarta-feira, que a Secretaria Municipal de Saúde tinha registrado 113 novos casos de Covid-19. No dia anterior, o boletim epidemiológico registrou 62 casos positivos. Com os novos casos, Ouroeste acumula 1.819 casos confirmados, sendo 243 casos em isolamento domiciliar.

 

CANCELAMENTOS

Depois de anunciar a dupla João Bosco e Vinícius como principal atração do “Maior Carnaval de Portões Abertos do Interior”, a Prefeitura da Estância Turística de Santa Fé do Sul, cancelou o evento que estava marcado para fevereiro. Em nota distribuída apenas pelo WhatsApp, na tarde de quarta-feira, dia 5, a prefeitura argumentou que tomou a decisão “diante do aumento dos casos de Covid-19 em todo o país nesta semana”. “No município, essa realidade também pode ser constatada nos dois últimos dias, com a confirmação de 41 novos casos, totalizando 59 positivos, mas nenhum paciente hospitalizado. A preservação da vida é indiscutível e continuaremos trabalhando para assegurar a saúde da nossa população. Além disso, todas as medidas que auxiliam no enfrentamento da pandemia se fazem necessárias agora para que, posteriormente, não comprometa o funcionamento do comércio, das escolas, das empresas de Santa Fé”, disse a Prefeitura através de nota. O aumento de casos de Covid assustou Dirce Reis e obrigou a Prefeitura a cancelar festividades de aniversário da cidade, programadas para esta semana. No fim do ano, a cidade não tinha casos da doença, mas em 4 de janeiro, o número subiu para 13. Outros 25 aguardavam resultado de exame e 46 pacientes estavam em isolamento. A Secretaria Municipal de Saúde de Dirce Reis divulgou uma Nota Oficial para esclarecer a população e classificou a situação como “alarmante”. 

“Considerando as grandes perdas que o município enfrentou ao longo do ano de 2021, é obrigação da Secretaria Municipal de Saúde ressaltar à população Dircense que houve aumento expressivo nos números de casos positivos, de pessoas isoladas aguardando coleta de exames e resultados. Ao final do mês de dezembro de 2021 contávamos com zero casos positivos e em isolamento, porém neste momento contamos com 13 pessoas positivadas, 25 exames agendados, e um total de 46 pessoas em isolamento domiciliar”. Devido ao aumento de casos positivos de Covid e o cancelamento das festividades do aniversário, o município também cancelou o ponto facultativo do funcionalismo que estava programado para sexta-feira, dia 7. 

O padre Claudemir Ortunho, administrador da Quase Paróquia Nossa Senhora das Graça, também emitiu uma Nota de Esclarecimento informando o adiamento da programação religiosa e os eventos promovidos pela comunidade católica por ocasião do aniversário da cidade.  Ficam adiadas a chegada de Reis; a Santa Missa realizada em Louvor a Santos Reis e aos 62 anos da comunidade cristã; O Leilão de Gado e a quermesse que seriam realizados nesses dias; A missa do sábado também não será realizada.

 

INFLUENZA

Na segunda-feira, 3, a Secretaria de Saúde de Santa Albertina divulgou a ocorrência de um caso de influenza. Não há mais detalhes, mas extraoficialmente, sabe-se que se trata de um caso de H3N2.  Atualmente, o município tem dois pacientes de Covid-19 em tratamento e cinco em investigação. Desde o dia 10 de novembro, não havia pessoas em tratamento contra a Covid em Santa Albertina. Até agora, 24 pessoas perderam a vida para o novo coronavirus no município.  

Em Jales número de pacientes em isolamento domiciliar sobem 100% em um dia

No Boletim Epidemiológico divullgado pela Prefeitura de Jales na quarta-feira, 5 de janeiro, a Vigilância Epidemiológica informou que houve 97 notificações de casos suspeitos para o novo coronavírus nas 24 horas anteriores. Entre esses casos ou os notificados anteriormente e que aguardavam resultados de exames, 21 testaram como negativos e 16 receberam resultados positivos.  Eram mulheres de 19, 23, 32 (duas), 52, 57 e 61 anos; homens de 37, 38 (dois), 41, 44, 58, 62 (dois) e 78 anos, que foram registrados nas unidades de referência do São Jorge (2), Núcleo Central de Saúde (2), Roque Viola (3), Rural (3), Arapuã (2), Oiti (1), Uniamérica (1) e Jacb (2). Jales chegou a 8.764 casos positivos de Covid-19 que resultaram em 278 óbitos. 

Havia 106 pacientes suspeitos, outros 40 pacientes confirmados em isolamento domiciliar. Dois estavam internados na região.

O número mostra um crescimento significativo. O Boletim do dia anterior, mostrava 70 pacientes em isolamento domiciliar, Eram 46 casos suspeitos e 24 confirmados. O crescimento de um dia para outro foi de mais de 100%.

Na segunda-feira, 3 de janeiro, data do primeiro Boletim de 2022, o relatório mostrava que havia 39 pacientes suspeitos aguardando o resultado de exames em isolamento domiciliar e outros 18 confirmados também isolados.

Deixe um comentário